Direto Joe Berardo: Negócio do BCP “foi uma desgraça. Podia ter comprado mais quadros”

Duas sociedades de Berardo deviam à Caixa 320 milhões de euros no final de 2015, metade dos quais o banco público dava como perdidos. O comendador diz que pessoalmente não tem nenhuma dívida.

Segundo a EY, Joe Berardo devia à Caixa Geral de Depósitos (CGD) 320 milhões de euros no final de 2015, metade dos quais o banco público dava como perdidos. O comendador vai agora ao Parlamento explicar como foram concedidos os créditos ruinosos, nomeadamente para comprar ações do BCP, onde se envolveu na guerra acionista de 2007, quais as garantias que deu, e por que razão não consegue pagar os milhões que pediu emprestados. Joe Berardo é dos mais mediáticos devedores da banca portuguesa. Acompanhe aqui em direto.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Joe Berardo: Negócio do BCP “foi uma desgraça. Podia ter comprado mais quadros”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião