Economia japonesa contraria estimativas e cresce 2,1% no primeiro trimestre

  • ECO
  • 20 Maio 2019

A evolução homóloga foi impulsionada pelo forte aumento da despesa pública em 6,2%, que compensou a queda de 9,4% nas exportações e nas despesas gerais familiares (0,3%), indicou o Executivo japonês.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão cresceu 2,1% no primeiro trimestre de 2019, comparativamente a igual período do ano passado, contrariando as expectativas dos analistas que esperavam uma queda de 0,2%, anunciou esta segunda-feira o Governo nipónico.

O avanço da economia nos três primeiros meses de 2019, ao arrepio das previsões de contração da terceira maior economia do mundo, foi impulsionado pelas contribuições líquidas das importações, mas sobretudo por um recuo das importações um ritmo muito superior ao das exportações, que mesmo assim sofreram a maior queda desde 2015 conforme avança a Reuters. O recuo das importações explica-se com uma fraca procura interna, o que poderá levar o primeiro-ministro Shinzo Abe a adiar novamente a entrada em vigor de um novo imposto sobre vendas, previsto para outubro.

Na comparação em cadeia, a terceira economia mundial cresceu 0,5% entre janeiro e março, face ao último trimestre de 2018.

 

Comentários ({{ total }})

Economia japonesa contraria estimativas e cresce 2,1% no primeiro trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião