TAP recupera tráfego. Transporta mais 100 mil passageiros do que em 2018

A companhia aérea portuguesa TAP tinha registado uma quebra nos passageiros no primeiro trimestre do ano, mas recuperou o tráfego nos meses de abril e maio.

Depois de uma quebra no tráfego no arranque deste ano, que impediu crescimento no primeiro trimestre, a TAP recuperou em abril e maio. A companhia aérea portuguesa transportou mais 100 mil passageiros desde o início do ano até esta terça-feira, do que no mesmo período do ano passado.

Desde janeiro até 28 de maio, “a TAP transportou no total das suas linhas 4,9 milhões de passageiros”, indica a companhia, em comunicado. Inverte assim a tendência negativa do início do ano, que é justificada com o facto de, em 2018, “a semana da Páscoa, um dos períodos de pico de tráfego anual, ter sido ainda no primeiro trimestre do ano”. Neste ano esta festividade recaiu em abril.

Miguel Frasquilho, chairman da TAP, já tinha apontado ao ECO que o primeiro trimestre não tinha sido fácil para a transportadora, ainda que antecipando que as “perspetivas para o conjunto do ano” era “positivas”. Nos dois primeiros meses do ano, a TAP perdeu cerca de 62 mil passageiros.

A companhia aérea vai abrir, em junho, novas rotas para algumas cidades norte-americanas, como Chicago e S. Francisco, bem como para destinos europeus como Nápoles e Tenerife. Já em julho será possível ir de Lisboa para a capital guineense, e do Porto para Bruxelas. Finalmente, em outubro, vão abrir rotas do Porto para Lyon e Munique e de Lisboa para Banjul.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

TAP recupera tráfego. Transporta mais 100 mil passageiros do que em 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião