Para as empresas, não há só crédito. Finance for Growth explica

  • Fátima Castro
  • 1 Junho 2019

O Finance for Growth entrou numa nova fase. Em Aveiro estrearam-se os Finance Labs for Growth para mostrar às empresas os vários modelos de financiamento.

O Finance for Growth entrou numa nova fase. Em Aveiro estrearam-se os Finance Labs for Growth, laboratórios experimentais que permitiram às empresas participar numa sessão de consultoria coletiva que teve como enfoque principal os modelos de financiamento.

Desenvolvimento de planos de crescimento e investimento e a seleção de modelos de financiamento foram alguns dos temas que estiveram em cima da mesa na Associação Industrial do Distrito de Aveiro (AIDA), numa sessão orientada por um consultor da Universidade Católica Portuguesa. E que contou ainda com a participação especial do Vogal do Conselho Diretivo do IAPMEI.

"O objetivo do Programa Capitalizar é dotar as empresas de uma estrutura financeira mais sólida, com capacidade para realizar mais investimentos de forma a conseguirem alcançar novos mercados externos e reforçar as exportações do país.”

Nuno Gonçalves

Vogal do Conselho Diretivo do IAPMEI

É preciso “mostrar às empresas que existem outro tipo de possibilidades de financiamento para além do crédito bancário. Estamos numa era em que o acesso ao crédito é cada vez mais difícil e a capitalização das empresas não pode passar apenas pela banca”, afirmou Nuno Gonçalves.

Neste sentido, o Vogal do Conselho Diretivo do IAPMEI frisou a importância do programa Capitalizar Mais, que foi lançado em 2016 pelo Governo. “As nossas empresas têm estado fragilizadas no ponto de vista da capitalização, e por isso mesmo surgiu o programa Capitalizar Mais que permitiu as empresas reforçarem mais facilmente os seus capitais próprios de forma a melhorarem as suas vantagens competitivas”.

Experiência “enriquecedora”

O Finance for Growth foi lançado em 2018 pela AEP (Associação Empresarial de Portugal) e da AIP (Associação Industrial Portuguesa). Por estas sessões já passaram mais de 500 empresas, sendo a ClusterMediaLabs e a JMS algumas delas. E a expectativa tem correspondido à experiência que, dizem, está a ajudar no crescimento.

Este tipo de consultoria ajuda a própria definição estratégica das empresas, uma vez que todos os temas abordados nestas sessões de coletivas têm uma aplicação imediata”, diz José Silva, fundador e CFO da ClusterMediaLabs, recomendando vivamente a participação de outras empresas. Paula Silva, vogal do conselho de administração da JMS, apela ao mesmo.

“Recomendo vivamente” a participação de outras PME no Finance for Growth, diz, salientando que tem sido uma “experiência enriquecedora”. Acrescenta também que ao longo das várias sessões tem aprendido a dominar algumas áreas que não dominava e já não depende de terceiros para a análise e tomada de decisões. “Graças a esta consultoria já consigo tomar decisões com outra segurança”, refere.

Comentários ({{ total }})

Para as empresas, não há só crédito. Finance for Growth explica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião