Apostas do BPI puxam por Lisboa. Nos e Jerónimo Martins brilham

O PSI-20 inverteu a tendência, suportado pela Nos que lidera os ganhos do índice. Jerónimo Martins e Galp Energia ajudam à subida.

Após um arranque negativo marcado pelos receios dos investidores quanto ao impacto da guerra comercial, a bolsa de Lisboa inverteu de rumo acompanhando a recuperação das pares europeias. O PSI-20 soma mais de 0,5%, animado pelos ganhos da Jerónimo Martins e Nos que estão na core list de títulos preferidos do Caixabank BPI, mas também da Galp Energia.

O PSI-20 avança 0,65%, para os 5.017,76 pontos, com 11 títulos em alta, seis em queda e um inalterado: a Ibersol que está nos 8,08 euros por ação após revelar uma quebra de 43% nos resultados.

O índice recupera após as perdas de 1% registadas na primeira sessão de junho e após o pior maio dos últimos sete anos.

Os investidores parecem assim dar uma pausa aos receios relativamente à guerra comercial, situação que os tem levado a afastar-se dos ativos de risco como as ações, procurando refúgio no ouro, mas também na dívida de países considerados seguros, casos dos EUA, Japão e Alemanha.

Em Lisboa, o rumo do PSI-20 está a beneficiar da subida de três cotadas — Nos e Jerónimo Martins — que constam na core list de títulos preferidos do Caixabank BPI, mas também da Galp Energia.

A Nos é a principal referência positiva, liderando os ganhos do PSI-20 com uma subida de 1,83% das suas ações, para os 5,57 euros, com a sua inclusão nessa lista. O Caixabank BPI atribui às ações da telecom um preço-alvo para finais de 2020 de 6,75 euros.

Por sua vez as ações da Jerónimo Martins que já fazia parte da core list, somam 0,98%, para os 13,855 euros. O banco atribui-lhe um preço-alvo para finais de 2020: 17,55 euros.

A EDP que fecha o pódio de títulos preferidos do Caixabank BPI são a exceção, registando uma ligeira queda de 0,09%, para os 3,27 euros.

Nota positiva também para a Galp Energia, cujas ações ganham 0,9% para os 13,49 euros, em contraciclo com a desvalorização das cotações do petróleo nos mercados internacionais.

Já a Navigator que arrancou a sessão no vermelho já vê as suas ações valorizarem 0,95%, para os 3,192 euros.

A travar ganhos mais acentuados está a Semapa que continua em queda, sofrendo um recuo bolsista de 0,49% das suas ações, para os 12,16 euros.

Comentários ({{ total }})

Apostas do BPI puxam por Lisboa. Nos e Jerónimo Martins brilham

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião