Centeno faz depender revisão de carreiras e salários de estudo prévio

  • ECO
  • 4 Junho 2019

O Ministério das Finanças quer realizar um estudo prévio nos casos em que esteja em causa a revisão de carreiras e as alterações de níveis salariais.

Para garantir a sustentabilidade, necessidade e equidade de medidas aplicadas na Função Púbica, o Ministério das Finanças quer que a revisão de carreiras e as alterações de níveis salariais sejam acompanhadas de um estudo. Este estudo, que será tornado público, permitirá “uma discussão transparente informada” sobre as remunerações na administração pública.

Esta é uma iniciativa que está prevista no Decreto-Lei de Execução Orçamental (DLEO), citado pelo Público (acesso pago). A elaboração do estudo está em causa quando se tratar de “revisão de carreiras, remuneração e outras prestações pecuniárias, incluindo a alteração dos níveis remuneratórios e do montante pecuniário de cada nível remuneratório”.

No caso de não existirem todos os elementos a ter em conta, o Ministério liderado por Mário Centeno terá de aprovar por despacho os termos do estudo. O documento será depois disponibilizado no Boletim de Trabalho e Emprego, uma decisão que partiu dos membros do Governo responsáveis pelas áreas em causa.

Esta medida surge no seguimento de dificuldades no processo de revisão de carreiras e descongelamento de progressões sentidas neste ano, nomeadamente no caso dos professores. Ainda não são conhecidas quais as carreiras abrangidas pelo DLEO que terão de ser alvo de uma avaliação prévia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Centeno faz depender revisão de carreiras e salários de estudo prévio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião