Bruxelas aprova venda da GNB Vida a empresa do fundo Apax

A Comissão Europeia não encontrou qualquer preocupação na venda da GNB Vida ao fundo britânico Apax Partners. Operação rende pelo menos 190 milhões de euros ao Novo Banco.

Os britânicos da Apax Partners (AP), que detêm a Global Bankers, já têm luz verde de Bruxelas para comprarem a GNB Vida, empresa que comercializa seguros de vida e que pertence à esfera do Novo Banco. A informação foi confirmada pela Comissão Europeia num comunicado.

“A Comissão concluiu que a transação proposta não levanta preocupações ao nível da concorrência tendo em conta que não existem ligações horizontais ou verticais entre a GNB Vida e a AP”, refere a nota. A operação tinha sido remetida para avaliação das autoridades europeias a 15 de maio.

O Novo Banco anunciou em setembro a venda da GNB Vida à Bankers Insurance Holdings (detida pela a Global Bankers Insurance), que entretanto foi comprada pela Apax, de acordo com o Jornal de Negócios (acesso pago). O negócio está avaliado em 190 milhões de euros, ao qual acrescerá um montante variável em função do desempenho da companhia.

Apesar da venda, banco liderado por António Ramalho continuará a distribuir os produtos da GNB Vida, ao abrigo de um contrato celebrado com a empresa compradora, válido “por um período de 20 anos”.

Comentários ({{ total }})

Bruxelas aprova venda da GNB Vida a empresa do fundo Apax

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião