Moderação em Wall Street à espera da Fed

Investidores estão à espera para ver que indicações vai deixar Jerome Powell relativamente a futuras descidas nos juros, depois da pressão exercida por Trump e pelas declarações de Draghi na véspera.

Wall Street está em standby, com os investidores à espera da declaração de política monetária da Reserva Federal norte-americana e sinais sobre o rumo que poderá dar em termos de cortes nas taxas de juro diretoras na maior economia do mundo.

Não se esperam novidades em termos de alteração das taxas de juro no final da reunião de dois dias da Fed que termina esta quarta-feira, mas os analistas estão bastante expectantes relativamente a indicações que o banco central liderado por Jerome Powell poderá dar sobre futuros cortes de juro.

Neste cenário, o S&P 500 soma ligeiros 0,13% para 2.921,56 pontos. Também o índice tecnológico Nasdaq e o industrial Dow Jones avançam de forma tímida, 0,20% e 0,11%, respetivamente.

Além do comunicado sobre a política monetária, a Fed divulgará ao final da tarde em Lisboa (pelas 19h00) as novas projeções económicas, dados que permitirão aos investidores avaliarem o impacto da guerra comercial entre os EUA e a China.

Por outro lado, também o Presidente americano, Donald Trump, veio nos últimos dias colocar Powell no centro do seu discurso político, apelando a uma descida de juros para fazer face ao ambiente de taxas mínimas que se vive na Zona Euro. Esta terça-feira, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, abriu a porta a mais estímulos através da política monetária, impulsionando os índices acionistas em todo o mundo.

Comentários ({{ total }})

Moderação em Wall Street à espera da Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião