Centeno explica excedente orçamental com aceleração da economia. Taxas dos impostos desceram

Aumento de quase 1.200 milhões de euros da receita permitiu primeiro excedente orçamental. Centeno diz que só a aceleração da economia explica este aumento, até porque impostos desceram.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, justificou esta segunda-feira que o aumento de receita com impostos e contribuições que explica o excedente orçamental de 0,4% conseguido no primeiro trimestre do ano acontece devido à aceleração da economia, defendendo que estes aumentos acontecem com as taxas dos principais impostos a descer.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, Portugal conseguiu o seu primeiro excedente orçamental no primeiro trimestre do ano desde 1999, primeiro ano de que há dados. Para Mário Centeno, “apenas um fator explica este comportamento, esse fator é precisamente a dinâmica da economia e do mercado de trabalho em Portugal”.

O ministro das Finanças disse que este aumento das receitas, quase 1.200 milhões de euro face ao primeiro trimestre de 2018, acontece “num ano em que todas as taxas dos principais impostos, variadíssimas taxas destes impostos foram reduzidas” e que é “neste contexto que a receita fiscal aumenta de forma expressiva”.

"Apenas um fator explica este comportamento, esse fator é precisamente a dinâmica da economia e do mercado de trabalho em Portugal.”

Mário Centeno

Ministro das Finanças

Este aumento acontece também num contexto de aumento de salários, com o ministro a sublinhar que também as receitas com contribuições para a Segurança Social estão a aumentar de forma expressiva.

Mas Mário Centeno não quis deixar de referir uma mensagem que tem tentado passar sucessivamente. Este resultado orçamental acontece com um reforço dos gastos do Estado, em especial em setores fundamentais como é o caso da saúde e da educação, dizendo que os gastos na saúde em particular aumentaram 1.600 milhões de euros, em comparação com a estimativa para o final deste ano, desde que este Governo entrou em funções.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Centeno explica excedente orçamental com aceleração da economia. Taxas dos impostos desceram

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião