Wall Street em “stand by” à espera do discurso de Jerome Powell

O sentimento em Wall Street é misto. Os investidores aguardam as palavras do presidente da Fed e receiam as consequências da imposição de sanções ao Irão.

As bolsas norte-americanas iniciaram a negociação desta terça-feira com um sentimento misto. Se, por um lado, os investidores estão a aguardar as palavras do presidente da Fed, Jerome Powell, por outro lado, a imposição de novas sanções dos Estados Unidos ao Irão está a espalhar um sentimento de preocupação pelos mercados.

No foco das atenções está, contudo, o discurso de Jerome Powell. Entre os investidores a expectativa de que a Reserva Federal norte-americana possa cortar os juros diretores no próximo mês. Recorde-se que, na última reunião, a Fed manteve a taxa diretora, mas sinalizou que poderá revê-la em baixa no final deste ano.

Esta segunda-feira, Donald Trump anunciou que os Estados Unidos da América (EUA) vão impor sanções ao líder do Irão, Ayatollah Ali Khamenei, e outros altos cargos do país. O anúncio foi feito em declarações aos jornalistas na Casa Branca e vem aumentar as tensões geopolíticas entre EUA e Irão. No rescaldo da decisão dos Estados Unidos, Teerão disse ter fechado o caminho para a diplomacia entre os dois países.

Quanto à guerra comercial entre os EUA e a China, e contribuindo ainda mais para o receio entre os investidores, uma fonte oficial dos EUA afirmou que Trump está “confortável com qualquer resultado” que saia das negociações com o seu homólogo chinês. Os dois presidentes deverão reunir-se esta sexta-feira na cimeira do G20.

À agência Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês), o analista Han Tan disse que os mercados estão à espera para “descobrir o que realmente acontecerá neste fim de semana”.

Neste cenário, o S&P perde 0,02% para 2.944,69 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq recua 0,01% para os 8.004,461 pontos. Apenas o industrial Dow Jones está a valorizar 0,06% para os 26.744,86 pontos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street em “stand by” à espera do discurso de Jerome Powell

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião