Caixa tem novo administrador após luz verde do BCE

Nuno Rodrigues foi eleito membro não executivo do conselho de administração da Caixa, após o seu nome ter obtido "luz verde" do supervisor europeu. Substitui atual secretário de Estado.

Nuno Rodrigues foi oficializado esta segunda-feira como membro não executivo do conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD), isto depois de o seu nome ter obtido “luz verde” do Banco Central Europeu. Vai substituir Alberto Souto de Miranda, que em fevereiro foi nomeado secretário de Estado das Comunicações.

“A CGD informa que por deliberação unânime por escrito do seu acionista único, de 5 de julho de 2019, considerando a não oposição do BCE quanto à avaliação da adequação do membro do órgão de administração, foi eleito como membro não executivo do conselho de administração da CGD, para completar o mandato de 2017-2020, Nuno Filipe Abrantes Leal da Cunha Rodrigues com efeitos a partir de 8 de julho de 2019″, diz o banco público em comunicado enviado ao mercado.

Nuno Rodrigues, 46 anos, já exercia funções no banco público. Era suplente do conselho fiscal, fazendo ainda parte da comissão de auditoria e da comissão do governo de sociedade da CGD. Fora da instituição, é professor auxiliar da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, vice-presidente do Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

O conselho de administração do banco é liderado por Rui Vilar, exercendo funções não executivas ainda os administradores Ana Maria Fernandes, José Azevedo Rodrigues, Hans-Helmut Kotz, Mary Jane Antenen, Altina de Fátima e Sebastian Gonzalez Villamarin.

Já a comissão executiva tem como presidente Paulo Macedo.

Comentários ({{ total }})

Caixa tem novo administrador após luz verde do BCE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião