Revista de imprensa internacional

  • ECO
  • 8 Julho 2019

Elétricos da Volkswagen e da Tesla, hotéis Pestana em Espanha, Face ID no iCloud e pessimismo para as ações mundiais. Estes são temas em destaque na imprensa internacional esta segunda-feira.

Uma entrevista de Dionísio Pestana, que se prepara para inaugurar um novo Pestana CR7 em Madrid, está em destaque no dia em que a versão elétrica dos automóveis é notícia por duas razões. Por um lado, a Volkswagen anuncia uma aliança com fornecedores de baterias para dar um empurrão no elétrico, enquanto Elon Musk anuncia para o final de 2019 uma atualização dos chips dos modelos mais antigos. No campo da tecnologia, nota ainda para a possível incorporação do Face ID e Touch ID para o serviço iCloud da Apple. Fique a saber ainda que a Morgan Stanley está pessimista para o rumo das ações globais.

Reuters

Volkswagen alia-se a fornecedores de baterias para dar empurrão no elétrico

A Volkswagen vai criar uma joint-venture com o objetivo de ajudar a financiar a produção de baterias e persuadir os céticos produtores a apoiar o seu agressivo empurrão ao fabrico em massa de veículos elétricos. O gigante do setor automóvel disse que vai comprar 50 mil milhões de euros em células de baterias, tendo identificado a sueca Northvolt, as sul coreanas SKI, LG Chem e Samsung SDI, e a chinesa CATL com parceiras estratégicas. Deu ainda conta que até 2025 vai precisar de 150 gigawatts/hora de capacidade de produção de baterias na Europa e 150 na Ásia. E que até 2030 esse número duplicará.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês).

Cinco Días

Dionísio Pestana: “Levámos dez anos a querer abrir um hotel em Madrid”

O proprietário do Grupo Pestana dá uma entrevista ao Cinco Días no seguimento da abertura em maio do primeiro hotel do grupo em Madrid. Dionísio Pestana assumiu que já há dez anos ambicionava a abrir uma unidade hoteleira na capital espanhola que se junta à já existente em Barcelona, mas os projetos hoteleiros no país vizinho de Dionísio Pestana não devem ficar por aqui. Dentro de seis meses pretende ainda inaugurar um Pestana CR7 em Madrid, salientando que o mercado espanhol é um dos maiores e e sofisticados do setor hoteleiro.

Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso livre, conteúdo em espanhol).

Bloomberg

Morgan Stanley pessimista. Alocação a ações globais em mínimos de cinco anos

A Morgan Stanley está pessimista face ao rumo do mercado global de ações. O banco de investimento cortou a sua alocação a estes ativos na fasquia mais reduzida dos últimos cinco anos. A visão da Morgan Stanley é particularmente negativa para os próximos três meses, classificando as perspetivas de lucros das empresas demasiado otimistas. Considera que as políticas dos bancos centrais apontam para um maior alívio, deixando pouca margem de progressão para as ações já em valores elevados.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso livre, conteúdo em inglês).

TechCrunch

Tesla vai atualizar chips dos carros elétricos mais antigos

Elon Musk, CEO da Tesla, disse que a empresa “provavelmente” vai começar a atualizar os veículos mais antigos com um novo chip antes do final do ano. Caso se confirme essa atualização não será uma missão fácil, já que obrigará a que centenas de milhares de veículos Model S, X e 3s sejam intervencionados. A novidade surgiu num tweet de Musk no final do dia de domingo, em que não são dados mais detalhes. Anteriormente, o CEO da Tesla já tinha adiantado que essa intervenção não teria qualquer custo para os proprietários.

Leia a notícia completa no TechCrunch (acesso livre, conteúdo em inglês).

Mashable

Apple testa identificação via Face ID e Touch ID para o serviço iCloud

A marca da “maçã” está a testar novas opções para login no iCloud nos seus sistemas operativos ainda por lançar, com suporte tanto para Face ID (identificação facial) como para Touch ID (identificação por toque). De acordo com o Mashable, esses testes estão a ser feitos nas versões beta do iOS 13 e macOS Catalina. Depois do acesso aos dispositivos e às aplicações dentro dos sistemas operativos, a tecnologia de segurança chega assim à web.

Leia a notícia completa no Mashable (acesso livre, conteúdo em inglês).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião