Alemães da AM Alpha compram centro comercial BPlanet no Barreiro por 55 milhões de euros

O fundo alemão AM Alpha comprou o centro comercial BPlanet, em Coina, naquela que é a segunda aquisição em Portugal. No ano passado compraram a sede da Mapfre, em Lisboa, por 17 milhões.

Os alemães continuam a aumentar a presença em território nacional. Um ano depois da sede da Mapfre, o fundo AM Alpha comprou agora o centro comercial BPlanet, no Barreiro, revela o site PropertyEU. Ao ECO, fonte próxima do processo revelou que a transação acontecer por cerca de 55 milhões de euros.

O shopping, construído em 2019 por uma construtora francesa, tem uma área de 35.369 metros quadrados e 1.700 lugares de estacionamento. Os 73 inquilinos atuais são responsáveis por uma taxa de ocupação de 98%, nas quais se encontram empresas como o AKI, Decathlon e Jumbo, diz o site.

Esta foi a segunda aquisição no país, depois de, em outubro do ano passado, terem adquirido a sede da espanhola Mapfre, na Rua Castilho, em Lisboa, por 16,7 milhões de euros, sabe o ECO. O edifício está atualmente a ser renovado.

“Esta segunda aquisição em Portugal reafirma a nossa abordagem económica de investimento e a decisão de entrar no mercado português nesta fase inicial“, diz Martin Lemke, diretor executivo da AM Alpha, citado pelo PropertyEU.

“Enquanto estamos fortemente convencidos da qualidade das metrópoles ibéricas, estas cidades continuarão a estar no foco dos nossos investimentos e vamos continuar a analisar várias oportunidades que possam aparecer com todo o tipo de ativos“, continuou.

(Notícia atualizada às 15h20 com valor da transação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Alemães da AM Alpha compram centro comercial BPlanet no Barreiro por 55 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião