Lucro da Visabeira cresce para 20 milhões. Receitas atingiram valor recorde

  • Lusa
  • 26 Julho 2019

O grupo Visabeira cresceu 29,7% em volume de negócios, alcançando o resultado histórico de 424 milhões de euros. França, Reino Unido, Bélgica, Alemanha, Dinamarca e Itália são os principais mercados.

O lucro do grupo Visabeira subiu 43,6%, para 20 milhões de euros, no primeiro semestre face a igual período de 2018, tendo o volume de negócios atingido um valor histórico de 424 milhões de euros, foi divulgado esta sexta-feira.

O grupo Visabeira cresceu 29,7% no volume de negócios, no 1.º semestre de 2019, face ao mesmo período de 2018, alcançando o resultado histórico de 424 milhões de euros, anunciou a ‘holding’ gestora de participações sociais.

O resultado operacional da Visabeira, no primeiro semestre do ano, foi de 47 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 9,9%, e o resultado líquido foi de 20 milhões de euros, crescendo 43,6%, quando comparados com o mesmo período de 2018.

O EBITDA (resultado antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) do grupo também registou um crescimento de 24,4% face ao período homólogo, fixando-se nos 76 milhões de euros, segundo o comunicado divulgado.

O grupo esclareceu ainda que a sua atividade no mercado europeu assinalou um “forte crescimento”, com um volume de negócios de 251 milhões de euros (mais 61% face ao período homólogo de 2018) e um EBITDA de 29 milhões de euros (crescimento de 86,7% em relação ao primeiro semestre de 2018).

A atividade desenvolvida nos mercados internacionais representou 71%, no primeiro semestre, sendo que o mercado europeu fora de Portugal ultrapassou os 59%.

Os principais países do mercado europeu são França, Reino Unido, Bélgica, Alemanha, Dinamarca e Itália.

Nos restantes mercados internacionais, Angola e Moçambique representaram cerca de 46 milhões de euros, 11% do total do volume de negócios do grupo Visabeira, porém a empresa salienta que os negócios em Angola e Moçambique foram “afetados pela desvalorização cambial das respetivas moedas face ao euro nos últimos anos”.

Relativamente à atividade por área de negócio, a Visabeira Global, que integra os negócios na área das telecomunicações, energia, tecnologia e construção, manteve-se como a que tem maior peso no grupo, registando um volume de negócios de 312 milhões de euros e um EBITDA de 44,8 milhões de euros.

A Visabeira Indústria atingiu os 81 milhões de euros, o que representa um aumento de 25,2% face ao mesmo período de 2018 e uma contribuição de 19,2% para o volume de negócios consolidado do grupo.

Nesta área, a Visabeira evidencia os “excelentes resultados” da Vista Alegre, que alcançou os 57 milhões de euros de volume de negócios, o que representa um crescimento de cerca de 37% face ao mesmo período no ano anterior, tendo os resultados líquidos atingido os 3,7 milhões de euros.

Por fim, a Visabeira Turismo, Imobiliária e Serviços atingiu um volume de negócios de 30 milhões de euros, o que representa cerca de 7% do volume total de atividade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucro da Visabeira cresce para 20 milhões. Receitas atingiram valor recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião