Lucros do BCP na Polónia encolhem com a compra do Euro Bank

Banco detido em 50,1% pelo BCP fechou o primeiro semestre de 2019 com lucros de 334 milhões de zlótis. Apresentou uma quebra de 5,3%.

O banco do BCP na Polónia lucrou menos no primeiro semestre do ano. O impacto da compra do Euro Bank e as contribuições para o Fundo de Resolução levaram o resultado líquido do Bank Millennium a ceder 5,3% para 334 milhões de zlótis (77,9 milhões de euros), em comparação com o mesmo período de 2018.

“O resultado líquido no primeiro semestre de 2019 atingiu 334 milhões de zlótis, com um impacto líquido das imparidades iniciais do Euro Bank de 65 milhões de zlótis (15,2 milhões de euros)”, explicou o BCP, em comunicado, sobre o banco detido em 50,1% do capital e com sede em Varsóvia.

Os custos operacionais foram “influenciados pela aquisição do Euro Bank e pelas contribuições obrigatórias para o fundo de resolução e FGD [Fundo de Garantias de Depósitos]“. Este segmento registou um aumento de 19,6% em termos homólogos, enquanto sem o fundo de resolução, o FGD e a aquisição do Euro Bank teria subido apenas 10,9%.

O resultado líquido, excluindo itens não habituais, atingiu 411 milhões de zlótis (95 milhões de euros), tendo aumentado 12% face ao mesmo período de 2018. A margem financeira cresceu 21,5%, em termos homólogos, sendo que excluindo o Euro Bank, aumentou 14,7%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucros do BCP na Polónia encolhem com a compra do Euro Bank

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião