Quer um elétrico? Por 8.500 euros pode transformar o seu carro a diesel

  • ECO
  • 31 Julho 2019

Uma startup francesa quer transformar o seu carro a diesel num elétrico. Deverá começar a aceitar as primeiras encomendas em setembro, sendo a fatura de 8.500 euros.

Para quem gostava de ter um carro elétrico, mas não tem dinheiro para o comprar, a startup francesa Transition-One pensou numa solução. Por cerca de 8.500 euros é possível transformar um automóvel a diesel num automóvel elétrico. A startup, que está ainda a aguardar aprovação de França e de Bruxelas, espera começar a aceitar encomendas a partir de setembro.

“Isto é para pessoas que não podem comprar um carro elétrico novo de 20 mil euros”, ou mais, diz Aymeric Libeau, fundador da Transition-One, à Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês). “Estamos a transformar os modelos mais vendidos na Europa em carros elétricos”, continua, afirmando que já tem mesmo o primeiro protótipo: um Renaul Twingo de 2009 com autonomia para 180 km.

Neste protótipo de Twingo, foram instaladas três baterias na parte da frente e duas na parte traseira, onde costuma estar o depósito de combustível. O pacote completo, comprado a um revendedor de peças da Tesla, pesa 120 quilos. Em jeito de comparação, o elétrico Renault Zoe tem uma bateria que pesa 290 quilos e uma autonomia de 210 km. O carro custa, em França, cerca de 23 mil euros.

O processo de transformação demora menos de um dia, garante o fundador, que está neste momento à espera da aprovação por parte do Governo francês e da Comissão Europeia, que deverá sair até ao final do ano. Esta solução da startup francesa é compatível com modelos como o Citroen C1, Peugeot 107, Fiat 500, Toyota Aygo, Twingo II e Volkswagen Polo.

Em setembro, Aymeric Libeau espera começar a receber as primeiras encomendas. Para os franceses, este processo custará apenas 5.600 euros, dado que o Governo oferece incentivos que fazem descer a fatura dos 8.500 euros. Em Portugal, há incentivos à compra de veículos elétricos novos de 2.250 euros, mas os cheques são limitados e já esgotaram.

Para o fundador da Transition-One, o facto de cada vez mais cidades europeias proibirem carros a diesel mais antigos — depois do escândalo que envolveu a Volkswagen — é mais um motivo que pode conquistar os condutores a aderirem a esta técnica. Mas a ambição de Aymeric Libeau não fica por aqui: quer arrecadar seis milhões de euros para construir uma fábrica capaz converter até 4.000 veículos já no próximo ano.

Comentários ({{ total }})

Quer um elétrico? Por 8.500 euros pode transformar o seu carro a diesel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião