Revista de imprensa internacional

Com a escalada das tensões comerciais, a moeda chinesa desvalorizou para níveis que não eram atingidos há mais de dez anos. O CEO do HSBC vai deixar o cargo.

As tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China continuam a dar azo a medidas por parte de ambos os países, sendo que agora a resposta chinesa parece focar-se na desvalorização da moeda. No HSBC, a necessidade de enfrentar desafios motivou a saída do CEO, que tinha assumido funções no início do ano passado. Na Fiat Chrysler, a opção de avançar com uma fusão com a Renault não está completamente esquecida, apesar de as negociações terem falhado. Veja estas e outras notícias que marcam a atualidade internacional.

The New York Times

Yuan cai com tensões comerciais em alta

No seguimento das ameaças de Donald Trump, de avançar novamente com mais tarifas adicionais sobre importações chinesas, a moeda chinesa caiu para o nível mais baixo em mais de uma década. O enfraquecimento do Yuan é visto como um sinal de que Pequim está disposto a utilizar a desvalorização da moeda como uma arma na guerra comercial contra os Estados Unidos, para auxiliar as exportadoras do país.

Leia a notícia completa no The New York Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Wall Street Journal

CEO do HSBC sai depois de 18 meses no cargo

John Flint, que assumiu a pasta de presidente executivo do banco HSBC em fevereiro do ano passado, vai deixar o cargo por “mútuo acordo” com o conselho de administração da instituição. Esta mudança era necessária para “enfrentar os desafios” que o banco enfrenta, justifica. Noel Quinn, que lidera a unidade comercial bancária global do HSBC desde 2015, será o chefe interino até ser designado um sucessor para John Flint.

Leia a notícia completa no Wall Street Journal (acesso pago, conteúdo em inglês).

Financial Times

Fiat Chrysler diz que porta continua aberta para fusão com Renault

O CEO da Fiat Chrysler, Mike Manley, diz que a fabricante automóvel continua “interessada” em conversar com a francesa Renault, mesmo depois de as negociações para uma fusão não terem avançado. “A lógica industrial que estava presente antes, ainda está presente”, explicou ao Financial Times. “Se as circunstâncias mudarem, talvez os sonhos se cruzem e as coisas possam acontecer”, adianta.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Bloomberg

Líder de Hong Kong alerta para “ruína” com paralisações

A chefe do governo da região administrativa de Hong Kong, Carrie Lam, alertou para a “situação muito perigosa” que se vive, com os manifestantes, que têm estado em protesto nas últimas semanas, a avançar para uma greve geral. As manifestações perturbaram os transportes, não só no metro mas também no aeroporto, provocando o cancelamento de vários voos. “Vimos alguns comportamentos de manifestantes que desafiam “um país, dois sistemas” e ameaçam a soberania nacional “, disse Lam.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

El Economista

Madrid ajuda táxis a competir com TVDE

A Câmara de Madrid quer dar aos táxis as ferramentas necessárias para competir com as plataformas de transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados (TVDE), como a Uber. Para tal, depois de reuniões com representantes do setor, irá delinear novas regulações, entre as quais se inclui uma flexibilização do horário a que os táxis estão sujeitos durante os fins de semana.

Leia a notícia completa no El Economista (acesso condicionado, conteúdo em espanhol).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião