Salvador Caetano paga 2,80 euros por ação para tirar Toyota Caetano de bolsa

  • ECO
  • 30 Agosto 2019

A Salvador Caetano Auto, SGPS vai pagar 2,8 euros por ação aos acionistas que não votaram favoravelmente a proposta de saída de bolsa da Toyota Caetano.

Os acionistas da Toyota Caetano aprovaram esta sexta-feira a saída de bolsa, uma decisão que a empresa considera que se justifica por já não necessitar deste tipo de financiamento.

“A Toyota Caetano Portugal informa ter-se realizado hoje a sua assembleia geral extraordinária, na qual estiveram presentes ou representantes acionistas, detentores de ações correspondentes a 95,6236% do capital social, sendo que a assembleia geral aprovou, por unanimidade dos votos expressos, a perda da qualidade de sociedade aberta da Toyota Caetano Portugal”, informa a empresa em comunicado.

De acordo com o que foi aprovado, designou-se a Salvador Caetano Auto, SGPS como a acionista que se obriga a adquirir as ações Toyota Caetano Portugal aos acionistas que não votaram favoravelmente a declaração de perda de qualidade de sociedade aberta. Vai fazê-lo nos próximos três meses, pagando uma contrapartida de 2,80 euros por ação.

O preço da contrapartida poderá não ser este, no entanto. Poderá ser nomeado um auditor independente para determinar a contrapartida mínima. “No caso de o auditor independente determinar um preço mínimo inferior a 2,80 euros prevalecerá a proposta firme apresentada pela Salvador Caetano”, diz o comunicado.

Por outro lado, se o auditor independente determinar um contrapartida mínima superior a 2,80 euros, a Salvador Caetano pode não aceitar a proposta e assim a saída da Toyota Caetano de bolsa fica em efeito.

As ações da Toyota Caetano fecharam a sessão a cair 2,78% para 2,8 euros.

A Toyota Caetano comercializa veículos da Toyota e produz automóveis na fábrica de Ovar, distrito de Aveiro.

Na explicação para esta proposta, a empresa disse que “o mercado bolsista não constitui já um mecanismo de financiamento dos capitais próprios”, pelo que “a perda da qualidade de sociedade aberta pela Toyota Caetano Portugal não afeta o normal desenvolvimento da sua atividade”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Salvador Caetano paga 2,80 euros por ação para tirar Toyota Caetano de bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião