Galp valoriza 3% à boleia do petróleo. CTT brilham em Lisboa

A bolsa de Lisboa encerrou a subir cerca de 1%, impulsionada pelos títulos da Galp Energia, que sobem animados pela valorização do petróleo. Destaque ainda para os CTT que dispararam mais de 4%.

A bolsa de Lisboa encerrou em alta na penúltima sessão da semana, acompanhando o sentimento positivo que se vive nas restantes praças europeias, animadas pela retoma das negociações entre a China e os Estados Unidos. A dar impulso à bolsa nacional estiveram os títulos da Galp Energia, que subiram quase 3%, em linha com a valorização do preço do barril de petróleo. Mas quem brilhou foram os CTT.

O PSI-20 somou 0,8% para 4.970,64 pontos, tocando o valor mais alto desde 1 de agosto. De entre as 18 cotadas nacionais, apenas quatro fecharam no vermelho, enquanto uma se manteve inalterada e 13 apresentaram ganhos.

A dar impulso ao principal índice de referência nacional estiveram os títulos da Galp Energia, que subiram 2,87% para 13,28 euros, animados pela valorização do preço do barril de petróleo. O barril de Brent está a subir 2,36% para 62,13 dólares e o WTI valoriza 2,22% para 57,47 dólares.

Galp avança

Ainda no setor energético, a EDP subiu 0,45% para 3,547 euros, enquanto a EDP Renováveis valorizou 0,2% para 10,02 euros.

A estrela desta sessão foram os CTT, cujos títulos dispararam 4,4% para 1,992 euros, representando a maior subida desde 20 de dezembro de 2017, dia em que valorizaram 4,61%.

A impedir quedas mais expressivas do PSI-20 estiveram as ações da Nos, que recuaram 1,43% para 5,175 euros, representando a maior descida desta sessão.

Lisboa acompanhou a tendência que se vive nas restantes praças europeias, com os índices animados com a notícia de que a China e os Estados Unidos vão reunir-se em outubro para uma nova ronda de negociações comerciais. O Stoxx-600 valorizou 0,71% para 385,9 pontos, enquanto o espanhol Ibex-35 valorizou 1,54% e o francês CAC-40 subiu 1,11%.

(Notícia atualizada às 16h55 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp valoriza 3% à boleia do petróleo. CTT brilham em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião