BCP multado em 60 milhões pela prática de cartel. Vai avançar com “impugnação judicial” da coima da AdC

Banco liderado por Miguel Maya revela que foi alvo de uma coima de 60 milhões da Autoridade da Concorrência pela prática de cartel no crédito. Diz que a multa é "injustificada e desequilibrada".

A Autoridade da Concorrência (AdC) multou 14 bancos pela prática de cartel no crédito. No total, as coimas ascendem a 225 milhões de euros, cabendo à CGD a “fatura” mais avultada, em torno dos 80 milhões, enquanto o BCP terá de pagar 60 milhões. O banco liderado por Miguel Maya diz que vai avançar com “impugnação judicial” da coima da AdC.

O BCP foi “um dos bancos a quem a AdC decidiu aplicar o pagamento de coimas no valor global de 225 milhões de euros por prática concertada de troca de informação comercial sensível. A coima fixada ao BCP ascendeu a 60 milhões de euros“, revelou o banco em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Comissão Executiva do BCP, perante a decisão que lhe foi notificada e tendo presente o conhecimento que tem deste processo, que acompanhou de forma próxima, decidiu que vai avançar com a respetiva impugnação judicial junto dos tribunais competentes“, atira a instituição liderada por Miguel Maya.

O BCP diz que teve a oportunidade de prestar à AdC todos os esclarecimentos solicitados, bem como “de expor os motivos pelos quais considera que as acusações que lhe foram dirigidas não se encontravam adequadamente sustentadas e fundamentadas”. Motivos esses que levam a instituição a avançar com o pedido de impugnação.

"O compromisso publico de atuar no mercado cumprindo com rigor as regras de concorrência, com as quais se sente identificado e comprometido, não se permitindo adotar qualquer comportamento com o objetivo de falsear a concorrência ou de prejudicar os consumidores.”

BCP

O banco não contradiz a AdC no que concerne à partilha de informação entre os bancos, que está na base na multa da AdC. Admite que houve troca de informação, mas que dela “não resultou, demonstradamente, nenhum prejuízo para os clientes, pelo que a multa é injustificada e desequilibrada”.

O BCP conclui afirmando que tem “o compromisso publico de atuar no mercado cumprindo com rigor as regras de concorrência, com as quais se sente identificado e comprometido, não se permitindo adotar qualquer comportamento com o objetivo de falsear a concorrência ou de prejudicar os consumidores”.

(Notícia atualizada às 22h24 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

BCP multado em 60 milhões pela prática de cartel. Vai avançar com “impugnação judicial” da coima da AdC

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião