Multa recorde arrasta BCP em bolsa. Lisboa cai pelo terceiro dia

A bolsa nacional está no vermelho pela terceira sessão consecutiva, penalizada pelos títulos do BCP e dos principais pesos pesados. A impedir quedas mais expressivas está a Galp Energia.

A bolsa de Lisboa está em queda pela terceira sessão consecutiva, penalizada pelos títulos do BCP que estão a perder cerca de 1%. Este desempenho reflete a coima de 60 milhões de euros aplicada pela Autoridade da Concorrência (AdC) ao banco de Miguel Maya. A impedir uma queda mais expressiva do índice nacional estão as ações da Sonae e da Galp Energia.

O PSI-20 está a recuar 0,33% para 4.949,74 pontos, penalizado pela maioria dos pesos pesados. O destaque são as ações do BCP que desvalorizam 1,09% para 0,199 euros, depois da multa recorde de que foi alvo pela prática de cartel.

A penalizar o índice estão também as cotadas do setor energético: a EDP recua 0,83% para 3,447 euros, enquanto a EDP Renováveis perde 0,39% para 10,1 euros. No retalho, a Jerónimo Martins está a cair 0,58% para 15,52 euros.

Ainda no vermelho, destaque para a Navigator que recua 0,13% para 3,156 euros, enquanto a Nos desvaloriza 0,39% para 5,125 euros.

A impedir quedas mais expressivas do PSI-20 estão os títulos da Galp Energia, que somam 0,27% para 13,11 euros, num dia em que o preço do barril de petróleo está a valorizar nos mercados internacionais. Destaque ainda para as ações da Sonae que sobem 0,86% para 0,8785 euros.

Destaque ainda para as ações dos CTT, que somam 0,49% para 2,04 euros. A Pharol e a REN seguem inalteradas.

(Notícia atualizada às 8h19 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Multa recorde arrasta BCP em bolsa. Lisboa cai pelo terceiro dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião