INE confirma inflação de agosto. Rendas vão aumentar 0,51% em 2020

O INE confirmou os dados da inflação de agosto, o que significa que as rendas vão subir 0,51% no próximo ano. Isto traduzir-se-á em aumentos a começar nos 0,5 euros.

Preparem-se, senhorios e arrendatários: as rendas vão mesmo aumentar 0,51% no próximo ano, tal como já era previsto. Os dados foram confirmados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), com base na taxa de inflação de agosto, que serve para calcular o coeficiente de atualização anual das rendas no ano seguinte.

O aumento resulta da variação dos últimos 12 meses do índice de preços no consumidor, excluindo os preços da habitação, cuja taxa, segundo o gabinete de estatísticas, se fixou nos 0,51% em agosto. Com base neste coeficiente, senhorios e arrendatários poderão contar com aumentos mais modestos do que aqueles que foram registado este ano, quando as rendas registaram subidas de 1,15%.

Rendas vão aumentar 0,5% em 2020

Embora o coeficiente de 0,51 seja igual para todos os contratos abrangidos pela lei, a variação em euros dependerá naturalmente do valor atual da renda. Por exemplo, um contrato de arrendamento de 100 euros passará a ser de 100,51 euros, verificando-se um aumento de 51 cêntimos.

Enquanto isso, um contrato de 500 euros vai ficar mais caro 2,55 euros. Para contratos com valores de 1.000 euros, o novo ano trará um aumento de 5,10 euros nas rendas. Para saber quanto vai passar a pagar de renda no próximo ano faça o seguinte cálculo: valor da renda x 0,0051.

Esta atualização aplicar-se à generalidade dos contratos de arrendamento em vigor. É o caso das rendas habitacionais, seja no regime de renda livre, renda apoiada (as chamadas rendas sociais) ou renda condicionada. E ainda no caso de contratos de arrendamento comerciais, industriais ou de imóveis para exercício de profissão liberal ou outros fins não habitacionais.

Fora desta atualização anual estão as rendas antigas anteriores a 1990, no caso do arrendamento habitacional, que têm regras diferentes. Esta atualização das rendas será homologada oficialmente com a publicação em Diário da República até 30 de outubro.

Comentários ({{ total }})

INE confirma inflação de agosto. Rendas vão aumentar 0,51% em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião