Estímulos do BCE animam bolsas. BCP dispara mais de 4%

As medidas anunciadas pelo BCE animaram o setor da banca em toda a Europa. Por cá, o BCP foi o título que mais brilhou, com uma valorização de mais de 4%.

A bolsa nacional terminou a última sessão da semana com o “pé direito”. E, muito devido, ao desempenho do BCP, que avançou mais de 4%. A valorização é resultado do pacote de estímulos anunciado na quinta-feira pelo Banco Central Europeu (BCE) e estende-se ao setor da banca em toda a Europa.

Na praça lisboeta, o PSI-20 avançou 0,64% para 5.048,89 pontos, com 12 dos seus 18 títulos em alta e os restantes seis em queda. Nos seus pares europeus, a tendência foi semelhante. O Stoxx 600, referência para as ações europeias, subiu 0,42%, enquanto o espanhol IBEX valorizou 0,67% e o alemão CAC ganhou 0,22%.

Por cá, o BCP foi o título que mais brilhou na bolsa, com uma valorização de 4,35% para 21,34 cêntimos. Isto um dia depois de a entidade responsável pela política monetária da Zona Euro ter avançado com novas medidas de estímulos, com um corte de juros nos depósitos, com um sistema de escalonamento para ajudar a banca, e um novo programa de compra de ativos no valor de 20 mil milhões de euros mensais.

Também a Galp Energia, outro dos “pesos pesados” nacionais, deu um fôlego adicional à praça lisboeta. Os títulos da petrolífera avançaram 1,46% para 13,165 euros.

Pela negativa, o destaque vai para a EDP e para a Jerónimo Martins, que viram as suas ações deslizarem. A elétrica recuou 1,90% para 3,416 euros e a retalhista desvalorizou 0,16% para 15,79 euros.

Comentários ({{ total }})

Estímulos do BCE animam bolsas. BCP dispara mais de 4%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião