Os políticos em Portugal são bem pagos? Veja em que setores estão os melhores salários

Os políticos são bem pagos? E quem trabalha no privado? O ECO foi comparar os salários. Os deputados têm uma remuneração superior à média do setor mais bem pago no privado, o da eletricidade.

Os políticos devem ganhar mais? A pergunta foi lançada no debate das rádios para as legislativas de outubro. Nenhum líder partidário responder sim, preferindo destacar que, em geral, os salários em Portugal são baixos. Mas afinal quanto recebe a classe política e quanto levam para casa os outros trabalhadores?

No caso dos políticos, a referência é o salário do Presidente da República que tem uma remuneração base mensal bruta de 7.630,33 euros. A este valor são retirados os 5% de corte nos salários dos políticos — a única redução salarial imposta nos anos da troika que ainda está em vigor. Assim, o vencimento mensal ilíquido que Marcelo Rebelo de Sousa é de 7.248,81 euros.

Na hierarquia do Estado é o presidente do Parlamento que surge depois do Presidente da República. E o vencimento ilustra isso mesmo. O presidente da Assembleia da República tem um vencimento correspondente a 80% do salário do Chefe do Estado, ou seja, 5.799,05 euros brutos, já com o corte de 5% incluído.

O primeiro-ministro recebe 75% do que aufere o Presidente da República, ou seja, 5.436,6 euros. Já os ministros levam para casa 4.711,7 euros brutos e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa tem um vencimento ilíquido de 3.986,85.

Abaixo destes valores fica o salário dos deputados que fica em 3.624,41 euros.

Estes valores são brutos e por isso ainda estão sujeitos a IRS e aos descontos para a Segurança Social. Apesar de já estar aqui contabilizado o corte de 5% nos salários dos políticos — que António Costa quer eliminar na próxima legislatura –, não estão aqui incluídas outras parcelas remuneratórias como as ajudas de custo ou as despesas de representação.

Entre estes valores, o mais baixo é o de deputado à Assembleia da República. No entanto, este valor mínimo fica acima da média da remuneração bruta total do setor de atividade mais bem pago. De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a remuneração média no setor da “eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio” era, no segundo trimestre deste ano, de 3.372 euros. Um valor muito superior aos 1.180 euros que a média dos trabalhadores em Portugal recebe. A seguir a este setor de atividade surgem as “atividades financeiras e de seguros”, onde a remuneração média é de 2.401 euros. Em último lugar estão os trabalhadores da “agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca” com um salário de 787 euros brutos.

Os dados do INE são recolhidos através da declaração mensal de remunerações da Segurança Social que serve de base aos descontos que cada trabalhador faz para a formação da sua pensão e para outras prestações sociais contributivas.

Já os dados da Direção-Geral da Administração e Emprego Público (DGAEP) mostram que, em abril deste ano, o valor da remuneração base média mensal dos trabalhadores a tempo completo no setor das administrações públicas situava-se em cerca de 1.482,5 euros.

Mas apesar de os políticos ganharem mais face aos restantes portugueses, António Costa defendeu, no debate a seis nas rádio, a criação de uma comissão de vencimentos que definisse os salários dos políticos, um trabalho quer seria feito em três legislaturas. Comissão essa que será composta por ex-Presidentes da República, antigos presidentes do Tribunal de Contas e outros e que tem por missão fixar “uma tabela de vencimentos” que entraria em vigor na legislatura seguinte.

Comentários ({{ total }})

Os políticos em Portugal são bem pagos? Veja em que setores estão os melhores salários

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião