✅ Quiz: Acha que sabe o que os partidos propõem nestas eleições?

Dos salários aos impostos, passando pelo ambiente, acha que tem as propostas dos vários partidos na ponta da língua? Faça o teste.

Com as eleições à porta, os partidos já apresentaram os seus programas eleitorais para os próximos quatro anos. Depois de tantos debates e questões respondidas, começa a preparação final do eleitor para a ida às urnas, revendo as medidas colocadas em cima da mesa. O ECO preparou um quiz com dez questões para testar o grau de conhecimento sobre as várias matérias que prometem marcar a próxima legislatura, dos salários aos impostos, passando pelo ambiente.

Se ainda tiver dúvidas, aproveite para rever por aqui todas as propostas fiscais, as medidas para as empresas, as propostas para o ambiente, as sugestões para a Função Pública, as medidas para a Saúde e as propostas para a habitação antes de visitar as urnas.

0%
1171

Acha que sabe que partidos prometem o quê?

Com as eleições à porta, já são conhecidas as propostas dos vários partidos para os próximos quatro anos. Dos salários aos impostos, passando pelo ambiente, acha que tem na ponta da língua as medidas que cada um dos candidatos à Assembleia da República quer implementar?

1 / 10

Que partido quer aumentar o número de escalões do IRS?

2 / 10

Que partido quer criar uma nova categoria de dedução à coleta dedicada à sustentabilidade?

3 / 10

Que partidos querem englobar rendas e rendimentos de capital no IRS?

4 / 10

Que partido quer fixar a taxa normal de IRC nos 17% até ao final da próxima legislatura?

5 / 10

Que partidos querem devolver integralmente aos professores e aos demais funcionários públicos das carreiras especiais o tempo de serviço “perdido”?

6 / 10

Que partidos querem colocar os reformados a trabalhar a tempo parcial para promover o envelhecimento ativo?

7 / 10

Que partido quer permitir a majoração do abono de família pré-natal em 50% para o segundo filho e 100% para o terceiro filho e seguintes?

8 / 10

Que partido quer subir o salário mínimo para 650 euros já em 2020?

9 / 10

Que partidos querem alargar as 35 horas ao privado?

10 / 10

Que partido que reduzir a taxa mínima do IMI para prédios urbanos para 0,25%?

O ECO recusou os subsídios do Estado. Contribua e apoie o jornalismo económico independente

O ECO decidiu rejeitar o apoio público do Estado aos media, porque discorda do modelo de subsidiação seguido, mesmo tendo em conta que servirá para pagar antecipadamente publicidade do Estado. Pelo modelo, e não pelo valor em causa, cerca de 19 mil euros. O ECO propôs outros caminhos, nunca aceitou o modelo proposto e rejeitou-o formalmente no dia seguinte à publicação do diploma que formalizou o apoio em Diário da República. Quando um Governo financia um jornal, é a independência jornalística que fica ameaçada.

Admitimos o apoio do Estado aos media em situações excecionais como a que vivemos, mas com modelos de incentivo que transfiram para o mercado, para os leitores e para os investidores comerciais ou de capital a decisão sobre que meios devem ser apoiados. A escolha seria deles, em função das suas preferências.

A nossa decisão é de princípio. Estamos apenas a ser coerentes com o nosso Manifesto Editorial, e com os nossos leitores. Somos jornalistas e continuaremos a fazer o nosso trabalho, de forma independente, a escrutinar o governo, este ou outro qualquer, e os poderes políticos e económicos. A questionar todos os dias, e nestes dias mais do que nunca, a ação governativa e a ação da oposição, as decisões de empresas e de sindicatos, o plano de recuperação da economia ou os atrasos nos pagamentos do lay-off ou das linhas de crédito, porque as perguntas nunca foram tão importantes como são agora. Porque vamos viver uma recessão sem precedentes, com consequências económicas e sociais profundas, porque os períodos de emergência são terreno fértil para abusos de quem tem o poder.

Queremos, por isso, depender apenas de si, caro leitor. E é por isso que o desafio a contribuir. Já sabe que o ECO não aceita subsídios públicos, mas não estamos imunes a uma situação de crise que se reflete na nossa receita. Por isso, o seu contributo é mais relevante neste momento.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

✅ Quiz: Acha que sabe o que os partidos propõem nestas eleições?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião