Hoje nas notícias: Azeredo, quartel e PSA

  • ECO
  • 23 Setembro 2019

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

O Ministério Público (MP) já tem pronta a acusação do caso de Tancos e o ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes deverá ser uma peça central. Na imprensa nacional, destaque também para o interesse que está a ser gerado em torno do Quartel da Graça, com sete privados a quererem converter o edifício num hotel de luxo.

MP diz que Azeredo Lopes teve “exercício perverso” das suas funções

O ex-ministro da Defesa do atual Governo, Azeredo Lopes, pode vir a ser acusado de participação ativa na encenação da recuperação do armamento roubado dos Paióis Nacionais de Tancos. A tese dos procuradores é a de que o então ministro sabia da encenação montada pela Polícia Judiciária Militar para recuperar as armas roubadas. A acusação do caso Tancos está pronta e deverá ser divulgada esta semana. Leia a notícia completa na Renascença (acesso livre).

Sete hoteleiros querem o Quartel da Graça

O Governo recebeu sete propostas de privados que querem transformar o Quartel da Graça num hotel de luxo. Não se conhece a identidade, mas concessão do edifício por um período de 50 anos ao abrigo do programa Revive chegou a merecer 13 manifestações de interesse. Criado como Convento da Graça no século XIII, o imóvel foi convertido em quartel com o fim da ordem religiosa que ali desenvolvia atividade. Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso pago).

PSA prevê ano recorde com 78 mil veículos fabricados

A fábrica da PSA em Mangualde estima que 2019 seja um ano recorde na produção de automóveis. O grupo prevê fechar o período com 78.000 veículos fabricados, mais do que as 64.065 unidades recorde que tinham sido registadas em 2007. Do total, cerca de 2.000 automóveis deverão ser da marca Opel, mais concretamente o modelo Combo. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Assunção Cristas: Classe média e média-alta “é a mais esquecida”

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, assume como prioridade do partido a redução dos impostos para a classe média e média-alta. “Essa é a faixa da população mais esquecida, a que paga impostos e que muitas vezes também paga do seu bolso cuidados de saúde, a educação e na área social, porque não tem uma reposta eficaz por parte do Estado”, disse a líder centrista. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Venda de carteiras de crédito à habitação deixa famílias desprotegidas

Os bancos têm vendido carteiras de crédito malparado a fundos de investimento e a outras entidades privadas. Mas nestes portefólios têm entrado créditos à habitação “em incumprimento há poucos meses”. A denúncia é da Deco, que garante que tem recebido queixas todos os dias vindas de famílias que temem a possibilidade de perder as suas casas. Quando um empréstimo passa para a esfera dos fundos, as hipóteses dadas aos devedores são muito mais limitadas. Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Azeredo, quartel e PSA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião