Novo software da Tesla traz Netflix, Youtube e karaoke

A marca de veículos elétricos anunciou uma versão 10 do software dos Tesla. Há ainda um aperfeiçoamento do sistema self-driving que permite ao condutor dar instruções ao carro para vir ter com ele.

Os modelos S, X e 3 da Tesla vão sofrer uma alteração de software que vai permitir ver Netflix ou a Hulu, uma rede de streaming de filmes e séries norte-americana, mas apenas quando o carro estiver estacionado. Além disso, os condutores que tenham acesso à funcionalidade full self-driving podem dar instruções ao veículo para vir ter com eles.

No que toca ao entretenimento, para além da visualização de conteúdos streaming, esta nova atualização vai permitir ter acesso ao Youtube e ao Spotify Premium. Para criar ainda mais diversão a bordo dos veículos elétricos haverá também espaço para cantar um reportório extenso de canções e letras em várias línguas com o modo “Caraoke”. Na versão 10 a Tesla ampliou a rede de jogos do Tesla Arcade.

De acordo com a fabricante, citada pela CNN Bussiness, trata-se da “maior atualização de sempre” e “é mais um exemplo de como a Tesla continua a inovar de dia para dia. Os clientes deverão começar a receber avisos para procederem à sua atualização nos próximos dias.

Entre outras novidades relativas à condução está o aperfeiçoamento da funcionalidade full self-driving e Enhanced Autopilot. Com este update, se o carro estiver estacionado e dentro da linha de visão do condutor este pode dar-lhe instruções para que o carro venha ter com ele, evitando obstáculos.

Apesar de a Tesla considerar que esta é a “funcionalidade perfeita” para quem estiver carregado ou com o carro à chuva, avisa os condutores que “devem permanecer responsáveis pelo carro e monitorizá-lo o tempo todo”, escreve a cadeia de televisão norte-americana.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Novo software da Tesla traz Netflix, Youtube e karaoke

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião