Quem votou em quem? Um retrato dos concelhos onde os partidos têm mais votos

  • ECO e Lusa
  • 7 Outubro 2019

O PS conseguiu mais votos nos concelhos onde a população tem um poder de compra e escolaridade abaixo da média, o PSD em concelhos onde a população acima de 65 anos é superior à media nacional.

O PS conseguiu melhores votações nos concelhos nos quais a população tem menor poder de compra, o PSD naqueles com população mais velha, o CDS onde há menos divórcios e filhos fora do casamento, o Bloco de Esquerda entre os que têm mais jovens e com mais instrução.

Os dados do portal EyeData, disponibilizados na página da Agência Lusa, permitem vislumbrar o perfil demográfico dos concelhos que apostam mais em cada um dos partidos que conseguiram entrar no Parlamento para os próximos quatro anos.

De acordo com estes dados, o PS, grande vencedor da noite eleitoral deste domingo, conseguiu melhores resultados nos concelhos onde os eleitores têm um poder de compra inferior à média nacional, um número elevado de escolas, mas com uma escolaridade abaixo da média nacional.

No caso do PSD, que foi o segundo partido mais votado, os melhores resultados foram conseguidos em concelhos com uma percentagem da população com mais de 65 anos superior à média nacional, mas com rendimento médio mensal abaixo da média.

Já o CDS-PP, um dos grandes derrotados da noite eleitoral, é nos concelhos com menos divórcios e filhos fora do casamento, maior poder de compra e mais empresas, que o partido cuja liderança Assunção Cristas deixa agora teve melhores resultados.

O Bloco de Esquerda, que cimentou a sua posição como terceiro maior partido, tem mais votos em concelhos mais jovens, com maior nível de instrução, maior poder de compra e menor volume de negócios.

Este perfil é semelhante ao do Livre, que elegeu pela primeira vez um deputado para a Assembleia da República. O partido de Rui Tavares (também ele ex-Bloco de Esquerda) conseguiu mais votos nos concelhos com maior número de jovens com ensino secundário que a média do país.

O PAN, outro dos grandes vencedores da noite de domingo, tem um perfil de cotação mais semelhante ao dos partidos de direita: concelhos onde os níveis salariais são mais elevados. E onde a recolha de resíduos para reciclagem estão acima da média do país.

Já o Iniciativa Liberal, um dos novos partidos que terão assento parlamentar na próxima legislatura, conseguiu resultados mais altos nos concelhos com um volume de negócios na indústria e no comércio acima da média nacional.

Comentários ({{ total }})

Quem votou em quem? Um retrato dos concelhos onde os partidos têm mais votos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião