Lisboa avança em linha com Europa. Sonae soma mais de 3%

A par das demais praças do velho continente, Lisboa terminou a terceira sessão da semana em terreno positivo, com a Sonae a puxar. Do outro lado da linha de água, a EDP Renováveis destacou-se.

Na terceira sessão da semana, foi a Sonae a liderar os ganhos. Os títulos da dona do Continente avançaram mais de 3% e puxaram por Lisboa, que fechou em terreno positivo, em linha com as demais praças do velho continente. Do outro lado da linha de água, foi a EDP Renováveis a sobressair (mas pela negativa), tendo visto as suas ações recuar 1,55%.

O índice de referência nacional valorizou 0,16% para 4.921,06 pontos. O PSI-20 seguiu, assim, a tendência registada nas restantes praças europeias com o Stoxx 600 a subir 0,4%, o alemão Dax a somar 1%, o francês CAC 40 a avançar 0,7% e o espanhol Ibex a valorizar 0,5%.

Por cá, foi a Sonae a liderar os ganhos. Os títulos da dona do Continente avançaram 3,43% para 0,8905 euros. No mesmo setor, as ações da Jerónimo Martins recuaram 0,23% para 15,05 euros e pesaram sobre Lisboa.

Também a Mota-Engil sobressaiu, tendo visto os seus títulos valorizarem 1,76% para 1,7930 euros, num dia em que a empresa anunciou que venceu novos contratos, no valor de 327 milhões de euros, em segmentos diferenciados de obras públicas, serviços de mineração e construção civil, em Angola, Moçambique e Portugal. No verde, destaque ainda para as ações dos CTT — que subiram 1,59% para 2,178 euros — e da EDP — que somaram 0,22% para 3,613 euros.

Do outro lado da linha de água, a EDP Renováveis destacou-se, tendo as suas ações recuado 1,55% para 9,51 euros. Os títulos da Altri perderam 1,54% para 5,13 euros e os do BCP desvalorizaram 0,21% para 0,19 euros.

Comentários ({{ total }})

Lisboa avança em linha com Europa. Sonae soma mais de 3%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião