Wall Street imóvel à espera das negociações comerciais

As bolsas norte-americanas abriram em baixa muito ligeira. Os investidores estão a fazer um compasso de espera até conhecerem os resultados das novas negociações comerciais entre EUA e China.

As bolsas norte-americanas abriram praticamente inalteradas, num dia em que os investidores estão à espera para conhecer o resultado das negociações comerciais entre EUA e China. Responsáveis dos dois países vão voltar a reunir esta quinta-feira, depois dos falhanços sucessivos em alcançarem um acordo comercial durante os últimos meses.

Neste contexto, o S&P 500 abriu a cair 0,05%, para 2.917,96 pontos, enquanto o industrial Dow Jones recua 0,10%, para 26.319,82 pontos. O tecnológico Nasdaq perde 0,03%, para 7.901,26 pontos.

A Cisco está em destaque nesta sessão, não pelos melhores motivos. O banco Goldman Sachs reviu em baixa a recomendação sobre as ações da tecnológica, de “buy” para “neutral“, atirando os títulos do grupo para uma queda de 2,24%. Cada ação está a cotar em 45,79 dólares.

Em sentido inverso, a Apple ganha 0,43%, para 228,01 dólares. A fabricante do iPhone está a compensar parte das perdas nos índices.

Evolução das ações da Cisco em Nova Iorque

O jornal chinês SCMP cita fontes próximas das negociações sino-americanas para indicar que se mantém o impasse em torno das principais questões comerciais, após conversações que anteciparam a reunião que vai ter lugar esta quinta-feira.

No entanto, a imprensa ocidental noticiou que o Presidente Donald Trump concedeu finalmente as prometidas exceções a algumas das fornecedoras da Huawei, tal como tinha anunciado na reunião do G20 há alguns meses. A medida poderá ser entendida como um sinal de boa vontade por parte dos EUA.

Comentários ({{ total }})

Wall Street imóvel à espera das negociações comerciais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião