Business Transformation Summit acelera face ao futuro sustentado

“Acceleration” é o tema do Business Transformation Summit, marcado para 31 de outubro, no Lx Factory. Oradores internacionais e nacionais vão ajudar a perceber como liderar numa época de "aceleração".

Num ritmo de constante disrupção e inovação, onde parar já não é uma opção, são cada vez maiores os desafios para as empresas que querem garantir um crescimento sustentado e equilibrado num mundo em “aceleração”. Para ajudar a encontrar respostas, a 4.ª edição do Business Transformation Summit escolheu como tema “Acceleration”. Com oradores nacionais e internacionais, o encontro está marcado para 31 de outubro, no hub criativo da Lx Factory, em Lisboa.

Mais do que “ajudar” as empresas, o Business Transformation Summit quer “alertar para necessidade de transformação”, “que é muito mais impactante e perene do que a mudança”, refere Ricardo Martins, diretor-geral da CEGOG.

Nesta edição, destacam-se nomes como Jeremy Gustche, fundador e CEO da TrendHunter.com, o principal observatório de tendências o mundo, vai inaugurar a conferência e explorar o tema “Better and Faster – The Proven Path to Unstoppable Ideas”.

O convidado que se destaca nesta edição é o jornalista norte-americano Zoltan Istvan, um transumanista que defende a evolução da condição humana através da tecnologia e da ciência para uma dimensão “super humana”, com a conferência “Superhuman: How Converging Transhumanist Technologies will Change Everything”.

Ainda Sophie Devonshire, autora do livro “Superfast: Lead at Speed”, Gary T. Judd, especialista global no desenvolvimento de culturas movidas pela “velocidade da confiança” e Jack Korsten, especialista em estratégia e aceleração de negócios, que vai conduzir o acceleration workshop “Business Strategy and Growth Acceleration”.

O tema dos recursos humanos não fica de fora. Maria João Ceitil, consultora de RH da CEGOC e Bruno Horta Soares, leading executive senior advisor da IDC, juntam-se para explorar os valores dos recursos humanos agile no “How Agile is your HR?”. No final do evento, as portuguesas Talkdesk ou a OutSystems vão explicar como se constrói um unicórnio (estatuto de empresas com avaliação superior a mil milhões de euros).

Evento com escala

“Já não é um evento em Portugal. Este ano, vamos ter uma experiência diferente, numa lógica de trend setting que tem a ver com o nosso ADN: transformação. Há uma app e permitirá aos participantes das várias geografias poderem ver o que está a acontecer nos outros sítios”, revela Ricardo Martins. A Business Transformation Summit começa mais cedo, em Paris, a 15 de outubro, e, a 24 de outubro, em Berlim, onde vão decorrer eventos com o mesmo tema, organizados em parceria com a CEGOC.

O BST promete ainda momentos de networking, que incluem até festas – uma House Warming Party e uma Summ…set Party. São esperados até 500 participantes nesta edição e o futuro é internacional. “Para o ano, estamos a pensar juntar-nos aos colegas em Singapura, e eventualmente o Brasil ou o México”, adianta Ricardo Martins. A conferência de abertura, por Jeremy Gutsche, está agendada para as 9h00. Pode ser acompanhada em live streaming em qualquer ponto do mundo e ser vista até três dias depois do evento.

Comentários ({{ total }})

Business Transformation Summit acelera face ao futuro sustentado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião