Grupo Sana investe 30 milhões para construir hotel de cinco estrelas no Quartel da Graça

O Grupo hoteleiro venceu o concurso ao abrigo do programa Revive que prevê a construção de um hotel de cinco estrelas com 120 quartos no espaço do antigo Quartel da Graça.

O Grupo Sana venceu o concurso para a construção de um hotel de cinco estrelas nas instalações do Quartel da Graça, em Lisboa, ao abrigo do Programa Revive, anunciou a secretaria de Estado do Turismo, nesta sexta-feira.

O investimento estimado para a recuperação do imóvel é de 30 milhões de euros, estando programada a instalação de um hotel de 5 estrelas que contará com 120 quartos. A abertura do novo hotel está prevista para o final de 2022. A renda anual será de 1,79 milhões de euros.

A construção desta unidade hoteleira surge no âmbito do Programa Revive, uma iniciativa conjunta dos ministérios da Economia, Cultura e Finanças, com a colaboração das autarquias locais e a coordenação do Turismo de Portugal, que tem em vista a recuperação de vários imóveis de reconhecido interesse.

“Com o Quartel da Graça, passam a ser dez os imóveis adjudicados ao abrigo do Programa Revive, o que representa um investimento de 100 milhões de euros“, dá conta a secretaria de Estado do Turismo.

É dado nota ainda que até ao momento foram lançados concursos relativos a 19 imóveis no âmbito desse programa. Atualmente, estão abertos os concursos para a concessão do Mosteiro de Lorvão, em Penacova, do Forte da Ínsua, em Caminha, do Mosteiro de São Salvador de Travanca, em Amarante, e do Paço Real de Caxias, em Oeiras.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Grupo Sana investe 30 milhões para construir hotel de cinco estrelas no Quartel da Graça

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião