Um em cada três membros do novo Governo é formado em Direito. Também há muitos economistas e engenheiros

Entre 70 membros do novo Governo, 25 formaram-se em Direito, enquanto dez licenciaram-se em Economia e outros dez e Engenharias.

Duas semanas após as legislativas a composição do Governo está fechada, com a divulgação dos nomes dos secretários de Estado. No total, o Executivo liderado por António Costa será composto por 50 secretários de Estado que vão apoiar a maior equipa ministerial de sempre em Portugal: 19 ministros. Na nova equipa governativa há nomes que se mantêm, mas também há muitos estreantes. Só na lista de secretários de Estado divulgada esta segunda-feira, há 22 entradas no Executivo.

A radiografia à orgânica do Governo revela ainda que entre os 70 elementos, 26 são mulheres e 44 são homens, com o Executivo liderado por António Costa a ficar ainda abaixo da meta dos 40% de representação do sexo feminino. Em termos de idade, a média é de 50 anos, mas entre o mais novo e o mais velho — 33 e 65 anos — distam 32 anos.

Já em termos de formação académica, verifica-se muita diversidade, mas há três áreas que sobressaem. Nomeadamente, advogados, economistas e engenheiros que conjuntamente ocupam mais de dois terços dos cargos do novo executivo.

Áreas de formação dos novos governantes

O ranking de formação académica é liderado pelos advogados. Do total de 19 ministros e 50 secretários de Estado, 25 têm precisamente essa formação. À cabeça têm ainda o primeiro-ministro licenciado em Ciências Jurídicas-Políticas pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, e advogado. Ou seja, mais de um terço dos membros do novo Executivo têm o direito como formação base. Entre os 19 ministros, sete formaram-se em direito.

Um pouco mais distantes, mas com um peso ainda elevado estão os governantes formados em Economia. São dez no total, havendo ainda um licenciado em Finanças e outros dois em gestão. Há três ministros licenciados em economia, sendo um deles o ministro de Estado e das Finanças Mário Centeno. Os ministros Pedro Nuno Santos e Ana Abrunhosa são os restantes.

As engenharias também têm um peso elevado na nova estrutura governativa, também com dez nomes formados nessas áreas, quatro dos quais em Engenharia Civil.

Mas há muita diversidade em termos da nova equipa governativa de António Costa. Há médicos, sociólogos, antropólogos, arquitetos, bioquímicos, formados em psicologia, linguística, filosofia ou história.

Ricardo Serrão Santos — ministro do Mar –, por exemplo, é formado em Psicologia e Ecologia Comportamental, enquanto a ministra da Agricultura licenciou-se em Bioquímica.

Já a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, é médica, enquanto a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação licenciou-se em Filosofia. Por sua vez, a secretária de Estado da Justiça tem como formação base História.

Fique a conhecer abaixo em mais detalhe a formação académica de cada um 19 ministros e 50 secretários de Estado do novo Governo:

António Costa Primeiro-ministro Ciências Jurídico-Políticas
Duarte Cordeiro Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares Economia
Tiago Antunes Secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro Direito
Siza Vieira Ministro do Estado, da Economia e da Transição Digital Direito
João Neves Secretário de Estado Adjunto e da Economia Economia
Rita Marques Secretária de Estado do Turismo Engenharia Eletrotécnica e de Computadores
João Torres Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor Engenharia Civil
André Azevedo Secretário de Estado para a Transição Digital Direito
Augusto Santos Silva Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros Sociologia
Ana Paula Zacarias Secretária de Estado dos Assuntos Europeus Antropologia Cultural
Teresa Ribeiro Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Filosofia
Berta Nunes Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas Medicina
Eurico Brilhante Dias Secretário de Estado da Internacionalização Gestão
Mariana Vieira da Silva Ministra de Estado e da Presidência Sociologia
André Caldas Secretária de Estado da Presidência do Conselho de Ministros Direito
Rosa Monteiro Secretária de Estado Para a Cidadania e a Igualdade Sociologia
Cláudia Pereira Secretária de Estado para a Integração e as Migrações Antropologia
Mário Centeno Ministro de Estado e das Finanças Economia
Mourinho Félix Secretário de Estado Adjunto e das Finanças Economia
João Leão Secretário de Estado do Orçamento Economia
António Mendes Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais Direito
Álvaro Novo Secretário de Estado do Tesouro Economia
João Gomes Cravinho Ministro da Defesa Nacional Ciência Política
Jorge Seguro Sanches Secretário de Estado Adjunto da Defesa Nacional Direito
Catarina Castro Secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes Direito
Eduardo Cabrita Ministro da Administração Interna Direito
Antero Luís Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna Direito
Patrícia Gaspar Secretária de Estado da Administração Interna Relações Internacionais
Francisca Van Dunem Ministra da Justiça Direito
Mário Belo Morgado Secretário de Estado Adjunto e da Justiça Direito
Anabela Pedroso Secretária de Estado da Justiça História
Alexandra Leitão Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública Direito
Fátima Fonseca Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa Direito
José Couto Secretário de Estado da Administração Pública Direito
Jorge Botelho Secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local Direito
Nelson Souza Ministro do Planeamento Finanças
José Mendes Secretário de Estado do Planeamento Engenharia Civil
Graça Fonseca Ministra da Cultura Direito
Ângela Ferreira Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural Arquitetura
Nuno Artur Silva Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media Línguas e Literaturas Modernas
Manuel Heitor Ministro da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior Doutorado em Engenharia Mecânica
João Sobrinho Teixeira Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Engenharia Química
Tiago Brandão Rodrigues Ministro da Educação Bioquímica
João Costa Secretário de Estado Adjunto e da Educação Linguística
Susana Amador Secretário de Estado da Educação Direito
João Paulo Rebelo Secretário de Estado da Juventude e Desporto Gestão
Ana Mendes Godinho Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social Direito
Miguel Cabrita Secretário de Estado Adjunto, do Trabalho e da Formação Profissional Sociologia
Gabriela Bastos Secretário de Estado da Segurança Social Direito
Ana Sofia Antunes Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência Direito
Rita da Cunha Mendes Secretária de Estado da Inclusão e Ação Social Direito
Marta Temido Ministra da Saúde Direito
Jamila Madeira Secretária de Estado Adjunta da Saúde Economia
António Lacerda Chaves Secretário de Estado da Saúde Medicina
João Matos Fernandes Ministro do Ambiente e da ação Climática Engenharia Civil
João Galamba Secretário de Estado Adjunto e da Energia Economia
Inês Costa Secretária de Estado do Ambiente Engenharia do Ambiente
João Paulo Catarino Secretário de Estado da Conservação do Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território Engenharia Agrónoma
Eduardo Pinheiro Secretário de Estado da Mobilidade Sociologia
Pedro Nuno Santos Ministro das Infraestruturas e da Habitação Economia
Alberto Souto Secretário de Estado Adjunto e das Comunidades Direito
Jorge Delgado Secretário de Estado das Infraestruturas Engenharia Civil
Ana Pinho Secretária de Estado da Habitação Arquitetura
Ana Abrunhosa Ministra da Coesão Territorial Economia
Carlos Miguel Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional Direito
Isabel Ferreira Secretária de Estado da Valorização do Interior Bioquímica
Maria Albuquerque Ministra da Agricultura Bioquímica
Nuno Russo Secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural Engenharia Zootécnica
Ricardo Serrão Santos Ministro do Mar Psicologia e Ecologia Comportamental
José Apolinário Secretário de Estado das Pescas Direito

 

Comentários ({{ total }})

Um em cada três membros do novo Governo é formado em Direito. Também há muitos economistas e engenheiros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião