Ferro Rodrigues eleito novamente presidente da Assembleia da República

Eduardo Ferro Rodrigues era o candidato único ao cargo de presidente da Assembleia da República.

Os deputados que tomaram posse esta sexta-feira levantaram-se, um de cada vez, para depositar o voto, secreto, na urna colocada no meio da sala e eleger o presidente da Assembleia da República. Eduardo Ferro Rodrigues, candidato único apresentado pelo PS, foi novamente o escolhido para dirigir e coordenar os trabalhos no Parlamento, com 178 votos a favor, 44 contra e oito nulos.

Para Ferro Rodrigues, esta recondução “foi o reconhecimento do trabalho isento” que procurou “levar a cabo durante os quatro anos anteriores”. Na eleição de 2015, o socialista tinha obtido 120 votos, sendo que agora conseguiu mais 58. O socialista notou que este resultado “é muito reconfortante” face ao “mesmo dia há quatro anos”.

Foi uma experiência nova para o parlamento português ter tido esta reeleição com muito mais votos do que tive no primeiro mandato, o que significa que foi uma votação distribuída pelas várias bancadas”, assinalou.

Ferro Rodrigues mostrou-se convicto de que “há condições” para uma legislatura de quatro anos com “estabilidade política”. Falando aos jornalistas no final da primeira sessão plenária da XIV legislatura, na qual foi reconduzido à frente da Mesa da Assembleia da República, o socialista começou por apontar que essa é uma questão que depende mais “do Governo, dos grupos parlamentares e do Presidente da República”.

“Mas eu estou convencido que há condições para ter estes quatro anos de estabilidade política”, vincou. Apontando que “os portugueses querem essa estabilidade”, Ferro Rodrigues salientou que “a Assembleia da República deve dar o seu contributo forte para a manutenção da estabilidade política”.

A sua opinião é justificada pelos momentos que se vivem “à escala europeia e internacional”, que demonstram que “a estabilidade política é um bem precioso para o desenvolvimento do país”.

(Notícia atualizada às 18h05)

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ferro Rodrigues eleito novamente presidente da Assembleia da República

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião