Lisboa acompanha ganhos na Europa. CTT recuperam mais de 2% no rescaldo do Dia dos Solteiros

A bolsa de Lisboa fechou a sessão com ganhos ligeiros, impulsionada pelos CTT e pela Galp Energia. O índice nacional acompanhou os ganhos na Europa, que só não se registaram na bolsa espanhola.

A bolsa de Lisboa acompanhou os ganhos na Europa. A sessão ficou marcada pela recuperação dos títulos dos CTT, num dia em que a banca e as energias renováveis impediram uma valorização maior da praça nacional.

Enquanto o Stoxx 600 subiu 0,51%, o espanhol IBEX-35 seguiu em contraciclo e caiu 0,87%, no dia em que sabe que o PSOE e o Podemos chegaram a um acordo preliminar para formar Governo. Em simultâneo, o PSI-20 ganhou 0,18%, para 5.303,82 pontos.

Nesta sessão, as ações dos CTT destacaram-se com uma recuperação de 2,50%, para 3,12 euros, no rescaldo da Black Friday chinesa (Dia dos Solteiros) e após a empresa de correios ter feito um protocolo com a Alibaba para entregar as encomendas da AliExpress em Portugal. A puxar pela bolsa estão ainda os títulos da Galp Energia, que enceraram a sessão a valorizar 1,01%, para 15,05 euros, perante uma subida de 0,14% do preço do Brent. O barril está a negociar nos 62,27 dólares em Londres.

Evolução das ações dos CTT em Lisboa

Em sentido inverso, a EDP Renováveis caiu 0,39%, para 10,18 euros, o que teve impacto negativo no principal índice português. Além disso, o BCP caiu 0,14%, para 21,40 cêntimos.

Os investidores continuam à espera do discurso de Donald Trump — que está agendado para esta terça-feira, no Economic Club of New York —, acerca do comércio dos Estados Unidos e das perspetivas económicas do país. Neste encontro, espera-se que o presidente dos EUA aborde temas sensíveis, como é o caso das negociações comerciais com a China, facto que também condicionou as negociações na Europa.

Comentários ({{ total }})

Lisboa acompanha ganhos na Europa. CTT recuperam mais de 2% no rescaldo do Dia dos Solteiros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião