Alemanha escapa a recessão no terceiro trimestre

A economia alemã contrariou as estimativas e cresceu 0,1% no terceiro trimestre do ano, escapando ao cenário de recessão técnica. Mas o PIB foi revisto em baixa no segundo trimestre.

A economia alemã cresceu 0,1% no terceiro trimestre do ano, contrariando as estimativas dos analistas e evitando o cenário de recessão técnica, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo instituto de estatística alemã, o Destatis. No entanto, a contração de 0,1% no segundo trimestre foi revista para 0,2%, anulando a melhoria conseguida entre julho e setembro.

Na primeira estimativa para a evolução do PIB alemão no terceiro trimestre do ano, o Destatis explica que a economia cresceu sobretudo devido a um aumento do consumo, tanto privado como público. As exportações também registaram uma melhoria, com as importações a manterem-se no mesmo nível.

O investimento em construção também aumentou, mas os ganhos foram eliminados por uma queda no investimento fixo em maquinaria e equipamento.

Evolução trimestral da economia alemã

As estimativas apontavam para que a economia alemã voltasse a apresentar uma contração no terceiro trimestre deste ano, na ordem dos 0,1%, tal como tinha acontecido no segundo trimestre do ano. Este cenário confirmaria um cenário de recessão técnica, apesar de se continuar a prever um crescimento no total do ano.

Este crescimento afasta esse cenário, mas os ganhos em termos acumulados são praticamente anulados pela revisão em baixa que foi feita no PIB do segundo trimestre, em que a economia alemã terá afinal encolhido o dobro, 0,2%.

Em comparação com o mesmo trimestre do ano passado, a economia alemã terá crescido 1%. Boa parte deste crescimento deve-se a um efeito de calendário, já que o terceiro trimestre do ano passado teve menos um dia útil que o período entre julho e setembro deste ano. Nas contas do instituto de estatística alemã, ajustando também este efeito de calendário (assim como o efeito de preço), o crescimento em termos homólogos cai para 0,5%.

Comentários ({{ total }})

Alemanha escapa a recessão no terceiro trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião