REN lucra menos 5% até setembro. Receitas caem

A REN registou lucros de 86,3 milhões de euros no acumulado do ano, uma quebra de 5% quando comparado com o período homólogo.

A REN lucrou menos nos primeiros nove meses do ano. Apresentou uma quebra de 5% até setembro, com o resultado líquido da empresa liderada por Rodrigo Costa a cifrar-se em 86,3 milhões de euros, isto num período em que as receitas caíram.

A empresa viu o seu EBITDA (lucros antes de juros e impostos, amortizações e depreciações) fixar-se naquele período nos 368 milhões de euros, valor que fica 2,7% aquém dos 378,4 milhões registados no período homólogo. O RAB médio no fim de setembro ascendeu a 3,72 mil milhões de euros, o que compara negativamente com os 3,84 mil milhões de euros registados no período homólogo.

“Como esperado, a evolução deste indicador decorre da descida das taxas de remuneração, em resultado da redução das taxas de juro das Obrigações de Tesouro e da Base de Ativos Regulada“, dá conta a empresa liderada por Rodrigo Costa.

As contas da REN foram ainda afetadas negativamente pelo pagamento do imposto extraordinário (CESE). “A taxa efetiva de imposto atingiu 39,5%, afetada pela CESE”, com este encargo da REN a totalizar 24,4 milhões de euros.

A contribuir positivamente estiveram os resultados financeiros. Foram negativos em 39,4 milhões de euros, mas beneficiaram de uma redução da dívida líquida para 57,4 milhões de euros, bem como “da contínua redução do custo médio da dívida”. Esta passou de 2,3% nos resultados dos nove primeiros meses do ano passado para 2,2% nas contas até setembro deste ano.

(Notícia atualizada às 17h47)

Comentários ({{ total }})

REN lucra menos 5% até setembro. Receitas caem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião