Yves Saint Laurent inspira campeonato de moda no Porto

Este campeonato junta cinco equipas portuguesas e três espanholas que têm 18 horas para pesquisar, desenhar, modelar e confecionar um vestido inspirado no criador francês Ives Saint Laurent.

O Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifício (Modatex) está a organizar entre 19 e 21 de novembro, o campeonato “Skills Modatex”. O concurso decorre no Porto e tem como missão a confeção de um vestido inspirado no criador francês Ives Saint Laurent.

Este campeonato junta cinco equipas portuguesas e três espanholas, cada uma constituída por dois elementos, que têm apenas 18 horas para pesquisar, desenhar, modelar e confecionar um vestido inspirado em Ives Saint Laurent. Os participantes do “SkillsModatex” são estudantes dos cursos de Design de Moda e de Modelação de Vestuário.

Os tecidos para a competição são fornecidos pelas empresas de têxtil Riopele e Calvelex e o desafio é constituído por quatro módulos que têm que ser cumpridos na íntegra: Módulo 1 – Pesquisar e desenhar um vestido com inspiração do tema definido pela organização. Módulo 2 – Modelação do vestido que desenharam. Módulo 3 – Desenho técnico. Módulo 4 – Confeção e acabamentos do vestido.

Há vários anos que o Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil participa nestas competições. Segundo o diretor, José Manuel Castro, “os nossos formandos têm vindo a arrecadar importantes distinções, sobretudo internacionalmente. (…) Em 2013, por exemplo, Rúben Damásio conquistou uma medalha de excelência no WorldSkills, em Leipizig, e, um ano depois, Ana Rita Gaspar e Joana Filipa Caetano arrecadaram a medalha de prata no EuroSkills, em Lille”, revela o responsável em comunicado.

Um dos objetivos desta iniciativa é preparar formandos para participarem no Skills Portugal, que vai decorrer em fevereiro de 2020, em Setúbal.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Yves Saint Laurent inspira campeonato de moda no Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião