Newton vence prémio jovem empreendedor 2019 da ANJE

Startup que trabalha com uma solução de deep learning adaptada ao mercado laboral venceu distinção atribuída pela ANJE há 21 edições.

A startup Newton, fundada pelos portuguesas Hélder Silva e Rui Costa e com sede em São Francisco, nos Estados Unidos, foi a grande vencedora do 21.º prémio do jovem empreendedor, atribuído pela ANJE. A equipa vencedora desenvolveu uma plataforma tecnológica que combina algoritmos de deep learning e NLP que, em termos práticos, é uma solução de recrutamento via chat que ajuda candidatos a encontrarem emprego e, ao mesmo tempo, as empresas a contratarem capital humano.

Ricardo Santos Silva, cofundador da Newton, no dia de entrega de prémios no Palácio da Ajuda.ANJE

Fundada em 2016, a Newton Labs — a base da Newton –, a startup nasceu depois de os dois fundadores se terem conhecido num hackathon no Porto. Apesar de, nessa altura, a ideia não ter resultado, serviu para que os dois fundadores percebessem que simplificar os processos de recrutamento era uma necessidade do mercado e uma ideia com potencial de negócio.

A solução atual da Newton alia a inteligência artificial ao processamento de linguagem natural e aplica esta tecnologia ao chat do Messenger no Facebook. A conversa desenrola-se com o objetivo de chegar a uma lista reduzida com os melhores “matchs” para recrutamento de candidatos, sendo todo este processo realizado em menos de 20 minutos graças à inteligência artificial. Neste momento, a Newton já recebeu uma ronda financiamento de mais de 350 mil euros de investidores como a Universidade de Oxford ou a Will Group (um dos gigantes japoneses de recrutamento), contando atualmente com uma avaliação de 5,1 milhões de dólares (mais de 4,4 milhões de euros) e com clientes como a Nike, a Uber, o Starbucks ou o Youtube.

José Pedro Freitas, presidente da ANJE, assegura que “a Newton tem as características essenciais dos negócios da nova economia: conhecimento especializado, inovação disruptiva, tecnologias digitais, capital humano, escalabilidade e dimensão internacional”. Do prémio total de 25.000 euros, o vencedor tem de aplicar 10.000 no capital social da empresa e os restantes são materializados em serviços de apoio.

O prémio jovem empreendedor é um dos mais antigos galardões de empreendedorismo do país. Além de premiar o “jovem empreendedor do ano”, a ANJE distinguiu ainda outras personalidades em categorias distintas. Vhils (Cultura) venceu o prémio Mentes Empreendedoras (Empreendedorismo Social), Mak Sense (Exportador) e Ricardo Santos Silva (Diáspora) foram os vencedores por categorias, e António da Silva Rodrigues, fundador do grupo Simoldes, foi distinguido com o prémio Carreira.

Comentários ({{ total }})

Newton vence prémio jovem empreendedor 2019 da ANJE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião