3 desejos de Bernardino Meireles: “Que a indústria transformadora supere as dificuldades do abrandamento mundial”

Bernardino Meireles, presidente administração da António Meireles, deseja que programa do Governo seja cumprido de forma a que Portugal tenha um crescimento económico superior à média europeia.

Bernardino Meireles, presidente de administração da António Meireles, empresa nortenha com mais de 80 anos de existência, deseja que “Portugal tenha um crescimento económico superior à média europeia e que a indústria transformadora portuguesa consiga superar as dificuldades de uma economia mundial em abrandamento”.

As últimas previsões do Fundo Monetário Internacional apontam para um crescimento mundial, em 2020, de 3,4%, menos 0,1 pontos percentuais, face às anteriores projeções feitas em julho. Ainda mais pessimista, a OCDE aponta para uma progressão do PIB mundial de 3%, no próximo ano. Ora Bernardino Meireles deseja que as empresas portuguesas consigam diversificar os destinos para os quais exportam e abandonar a dependência de um único mercado, como acontece com 70% das exportadoras nacionais.

Com o ano a entrar na reta final, em resposta a um desafio colocado pelo ECO, conheça os desejos do presidente de administração da António Meireles, para o país, para o setor e para a sua própria empresa.

Um desejo para o país

Que o programa do XXII Governo nos grandes desafios estratégicos seja cumprido e superado para que Portugal possa ter um crescimento da economia superior à média europeia. Bernardino Meireles pede que o programa do Governo seja cumprido e que respeite todos os compromissos europeus e internacionais.

Um desejo para o seu setor

Que a indústria transformadora consiga superar as dificuldades de uma economia mundial em abrandamento e diversifique os mercados de exportação para que não fique tão dependente de um único mercado de exportação como acontece atualmente com 70% das nossas empresas exportadoras.

Um desejo para a sua empresa

Que a António Meireles consiga reforçar internamente a sua marca sendo reconhecida pelo mercado português como uma referência em eletrodomésticos de qualidade e prossiga no caminho da diversificação das exportações para assegurar um crescimento sustentado.

3 desejos para 2020 é uma série de artigos a antecipar o que vai acontecer no próximo ano, nos mais variados domínios. Desafiámos políticos, empresários, gestores, advogados, reguladores, sindicatos e patrões a revelarem três desejos para o próximo ano: 1) Um desejo para o país, 2) Um desejo para o seu setor e, finalmente, 3) Um desejo para a empresa / entidade que gerem. Todos os dias, até ao final do ano, não faltarão desejos aqui no ECO.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

3 desejos de Bernardino Meireles: “Que a indústria transformadora supere as dificuldades do abrandamento mundial”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião