Subida da bolsa de Lisboa engorda fortunas dos mais ricos em 2,5 mil milhões

  • ECO
  • 31 Dezembro 2019

Dos 2,5 mil milhões de euros gerados pela bolsa nacional, mais de metade foi obtido apenas pela família Soares dos Santos, dona da Jerónimo Martins.

2019 foi um ano positivo para a generalidade dos mercados acionistas, sendo que a bolsa nacional não foi exceção. A valorização de mais de 10% do PSI-20 deu muito dinheiro a ganhar aos investidores, especialmente aqueles que têm participações valiosas em Lisboa. Esta subida permitiu engordar as maiores fortunas do mercado de capitais português em 2,5 mil milhões de euros, de acordo com cálculos do Jornal de Negócios (acesso condicionado).

Dos 2,5 mil milhões, mais de metade foi obtido apenas pela família Soares dos Santos, dona da Jerónimo Martins. A retalhista lidera as subidas em Lisboa, acumulando uma valorização de quase 45% desde o início do ano, desempenho que gera uma mais-valia potencial de 1,7 mil milhões de euros para a Sociedade Francisco Manuel dos Santos. A posição de 56% no capital está avaliada em 5,26 mil milhões de euros.

Além da família Soares dos Santos, também a família Amorim vê a fortuna engordar, graças aos desempenhos positivos da Corticeira Amorim e da Galp Energia. 2019 gerou uma mais-valia potencial de 435 milhões de euros.

A Galp Energia, que soma quase 10% em bolsa este ano, também aumentou a fortuna de Isabel dos Santos, acionista da petrolífera através da Esperaza Holding. A empresária, que viu o Tribunal Providencial de Angola decidir pelo arresto preventivo de participações em seu nome e do seu marido, Sindika Dokolo, e do gestor Mário Silva, em empresas como a Unitel, o BFA, o Bic Angola e a ZAP, consegue, este ano, uma mais-valia potencial de 45 milhões de euros na empresa portuguesa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Subida da bolsa de Lisboa engorda fortunas dos mais ricos em 2,5 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião