Uber baixa preços em 2020. Uber X fica 10% mais barato

Aplicação de mobilidade arranca novo ano com preços mais baixos em Portugal continental. Serviço espera tornar-se "mais acessível" para os utilizadores e trazer "melhores rendimentos" aos motoristas.

A Uber vai descer os preços das viagens em Portugal continental já a partir desta sexta-feira, apurou o ECO. A aplicação de transportes já informou os motoristas sobre a atualização dos preços e prepara-se para, durante o dia de sexta-feira, notificar os utilizadores da descida dos preços.

A Uber vai atualizar a estrutura dos preços das viagens em 2020, baixando os valores em todos os serviços disponibilizados pela aplicação. As descidas serão na ordem dos 10% no serviço Uber X, nas viagens para todos os utilizadores.

“Acreditamos que estes novos preços vão tornar o serviço ainda mais acessível para utilizadores e, simultaneamente, melhorar os rendimentos de motoristas”, justifica Mariana Ascenção, diretora de comunicação da Uber Portugal, contactada pelo ECO.

Estes novos preços vão tornar o serviço ainda mais acessível para utilizadores e, simultaneamente, melhorar os rendimentos de motoristas.

Mariana Ascenção

Diretora de comunicação da Uber Portugal

A título de exemplo, a tarifa do Uber X tinha como base o preço de um euro ao qual eram adicionados dez cêntimos por minuto (e de 60 cêntimos por quilómetro). A tarifa base passa, a partir desta sexta-feira, a ser de 90 cêntimos tornando-se o preço por minuto de nove cêntimos e, por quilómetro de 59 cêntimos.

“Encontrar este equilíbrio é essencial para que a mobilidade partilhada possa ser uma alternativa efetiva ao carro particular e continue a ser uma oportunidade económica atraente para parceiros e motoristas”, acrescenta Mariana Ascenção.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Uber baixa preços em 2020. Uber X fica 10% mais barato

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião