Portugal regressa à maior feira de têxtil lar com mostra de produtos inovadores

  • Lusa
  • 5 Janeiro 2020

Quase oito dezenas de empresas portuguesas vão levar a Frankfurt uma mostra de produtos sustentáveis inovadores, naquela que é a maior feira do setor.

Portugal, que se tem destacado no setor do têxtil lar pela sua capacidade inovadora, vai apresentar, pela primeira vez, uma mostra de produtos sustentáveis na Heimtextil, a maior feira mundial do setor, que começa terça-feira, em Frankfurt.

Na Heimtextil, que assinala 50 anos, vão estar presentes 78 empresas portuguesas que vão ocupar 5.800 metros quadrados de espaço de exposição. Portugal é o décimo maior país a expor nesta feira e cresceu, na última década, cerca de 45% em área ocupada.

“A indústria portuguesa caracteriza-se sobretudo por fornecer roupa de cama e banho e é, na Europa, a principal a desempenhar esta função”, sublinhou Cristina Motta, representante oficial da feira de Frankfurt para Portugal. “Nesta feira, as empresas encontram clientes de todo o mundo, da Europa aos Estados Unidos da América. Portugal especializou-se no private label e, ao fornecer para terceiros, cumpre com todos os critérios de exigência das mais importantes marcas internacionais”, revelou, em declarações à agência Lusa.

A Heimtextil é a feira de têxtil lar mais importante a nível mundial. Reúne mais de 3.000 expositores de 65 países, contando com mais de 67.000 visitantes de 156 países. “Reveste-se de uma importância particular para as empresas portuguesas, temos uma indústria de têxtil lar muito forte, não muito conhecida em Portugal porque é orientada sobretudo para o fabrico para outras marcas”, adiantou Cristina Motta.

A representante acrescentou que “a feira celebra 50 anos de existência e Portugal está presente há mais de 40”, sublinhando que “o pior ano das últimas duas décadas terá sido o de 2010, [que] foi mau para empresas de todo o mundo e as portuguesas não escaparam”. “No entanto, a partir daí houve uma recuperação francamente positiva, todos os anos têm aumentado o número de empresas e a área”, reforçou. Além disso, conseguiu ser o país com “mais capacidade de inovação, fornecendo um serviço completo”.

“Neste momento vemos que Portugal, quer no têxtil lar, quer no vestuário, está a posicionar-se na liderança no futuro próximo, isto é, encontrar soluções para a economia circular e para a sustentabilidade”, destacou a representante oficial da feira de Frankfurt para Portugal.

A Associação Selectiva Moda em conjunto com o centro tecnológico CITEVE, que desenvolvem o projeto “Green Circle”, vão ter, pela primeira vez, um stand de produtos inovadores de têxtil lar focados nos princípios da sustentabilidade e da economia circular.

A Heimtextil decorre em Frankfurt entre 7 e 10 de janeiro e terá a visita do secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Correia Neves, no dia 8.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal regressa à maior feira de têxtil lar com mostra de produtos inovadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião