Luca de Meo abandona presidência da Seat

  • Lusa
  • 7 Janeiro 2020

Este cargo de presidente Seat será assumido, “de momento”, pelo vice-presidente financeiro da marca, Carsten Isensee, que acumulará as duas posições.

Luca de Meo deixou, a seu pedido e em acordo com o grupo Volkswagen, a presidência da Seat, cargo que será, de momento, ocupado por Carsten Isensee, vice-presidente financeiro da fabricante automóvel, foi hoje anunciado.

“A Seat informa que Luca de Meo deixou, a seu pedido e de comum acordo com o grupo Volkswagen, a presidência da Seat. Luca de Meo continuará a fazer parte do grupo até novo aviso”, avançou em comunicado a marca.

Este cargo será assumido, “de momento”, pelo vice-presidente financeiro da Seat, Carsten Isensee, que acumulará as duas posições. As alterações no comité executivo da Seat entraram em vigor esta terça-feira.

Luca de Meo assumiu a presidência da Seat em 01 de novembro de 2015.

Em 2018, a Seat vendeu 517.600 automóveis, um número recorde que resultou num lucro de 294 milhões de euros e numa faturação de 10 mil milhões de euros.

O grupo Seat emprega mais de 15.000 trabalhadores nos seus centros de produção.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Luca de Meo abandona presidência da Seat

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião