Revista de imprensa internacional

Governo espanhol aprova hoje aumento salarial de 2% para funcionários públicos, o Facebook quer contratar mil colaboradores para Londres. Começa formalmente o julgamento político de Donald Trump.

O Governo espanhol aprova esta terça-feira aumento salarial de 2% para funcionários públicos no mesmo dia em que o Senado norte-americano inicia formalmente o julgamento político de Donald Trump. O Facebook prevê a contratação de mil pessoas para o seu centro tecnológico em Londres e a Air France-KLM mostra interesse em comprar 49% da Malaysia Airlines enquanto a Japan Airlines equaciona uma participação de 25%. O ex-juiz federal e atual ministro da Justiça do Brasil, Sérgio Moro, disse que não pretende ser candidato às eleições presidenciais em 2022, apesar dos índices de popularidade o colocarem como um dos favoritos numa eventual disputa presidencial.

CNN

Senado inicia hoje julgamento político do Presidente Trump

O Senado norte-americano inicia esta terça-feira formalmente o julgamento político do Presidente dos EUA, com os democratas a procurarem novas testemunhas para acusar Donald Trump e os republicanos a tentarem um processo rápido, sem sequelas políticas. Donald Trump é acusado de ter pressionado o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, a investigar a atividade do filho do seu adversário político Joe Biden junto de uma empresa ucraniana envolvida num caso de corrupção, num gesto que a Câmara de Representantes diz constituir um ato de abuso de poder, bem como de ter tentado obstruir a averiguação destes factos por parte do Congresso. Leia a notícia completa no CNN (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Expansión

Governo espanhol aprova hoje aumento salarial de 2% para funcionários públicos

O Governo vai aprovar esta terça-feira no Conselho de Ministros o aumento de 2% nos salários dos funcionários públicos, ao qual se poderá acrescentar mais 0,3% de fundos, como anunciou ontem o presidente do Executivo, Pedro Sánchez, em entrevista à TVE. Este aumento, já está incluído no projeto orçamental, será realizado através de um decreto real e beneficiará os 2,6 milhões de funcionários públicos e funcionários públicos em Espanha. Esta medida terá um custo de 3.264 milhões de euros. Leia a notícia completa no Expansión (acesso livre, conteúdo em espanhol).

Reuters

Facebook vai contratar mil pessoas em Londres

O Facebook vai contratar cerca de mil pessoas em Londres durante 2020. As ofertas serão na área de segurança e tecnologia, incluindo engenharia de software e ciência de dados, disse Nicola Mendelsohn, vice-presidente do Facebook para a Europa, Oriente Médio e África, numa entrevista à Reuters. Outra das funções desta nova equipa será ajudar a empresa a detetar e remover conteúdos prejudiciais de plataformas como o Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp. Um dos objetivos do Facebook é ultrapassar os quatro mil colaboradores só no Reino Unido. Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês).

Investir

Air France-KLM propõe comprar 49% da Malaysia Airlines

A Malaysia Airlines recebeu uma proposta da companhia aérea Air France-KLM que quer até 49% da participação da empresa, enquanto a Japan Airlines equaciona uma participação de 25%. O primeiro-ministro da Malásia, Mahathir Mohamad, já veio confirmar que recebeu cinco propostas, embora se tenha recusado a citar os pretendentes. Fontes disseram que a Air France-KLM tinha proposto a criação de um hub para serviços de manutenção, reparação e revisão na Malásia, enquanto a Japan Airlines tinha-se oferecido para fazer do país do sudeste asiático o seu hub regional, incluindo voos de baixo custo. O Governo da Malásia tem procurado um parceiro estratégico para sua companhia aérea nacional, que tem lutado para se recuperar de duas tragédias em 2014 — o misterioso desaparecimento do voo MH370 e o abate do vôo MH17 sobre o leste da Ucrânia. Leia a notícia completa no jornal Investir (acesso livre, conteúdo em francês)

Estadão

Sérgio Moro garante que não pretende ser candidato às próximas eleições presidenciais no Brasil

O ex-juiz federal e atual ministro da Justiça do Brasil, Sérgio Moro, disse que não pretende ser candidato às eleições presidenciais em 2022, apesar dos indicies de popularidade o colocarem como um dos favoritos numa eventual disputa presidencial. Sérgio Moro já disse que “não tenho esse tipo de ambição de ser Presidente” e que o importante “é fazer o meu trabalho como ministro da Justiça e foi isso que estabeleci com o Presidente. Acho que estamos no caminho certo”, disse Moro. Acrescentando ainda que “o candidato para 2022 deve ser o atual Presidente, Jair Bolsonaro. Leia a notícia completa no jornal Estadão (acesso livre, conteúdo em brasileiro).

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião