“Cumpri o caminho traçado, mas falhei o resultado”, diz Cristas, no discurso de despedida

"Cumpri o caminho traçado, mas falhei o resultado", afirmou num discurso de despedida, acrescentando que os resultados "ficaram muito aquém" das suas e das expectativas do CDS.

No fim de semana em que abandona oficialmente a liderança do CDS, Assunção Cristas agradeceu a todas as pessoas à volta do partido. Diz ter cumprido todo o caminho, mas falhado no final. “Cumpri o caminho traçado, mas falhei o resultado”, afirmou no discurso de despedida, acrescentando que os resultados “ficaram muito aquém” das suas e das expectativas do CDS.

Recordando todo o percurso do CDS, Assunção Cristas começou por dizer que propôs ao partido um caminho “focado nos problemas das pessoas e assente na matriz comum”. “Esperava-nos um ciclo de oposição, que uns vaticinavam curto mas que, na minha opinião, duraria a legislatura completa, como se veio a verificar”, disse a ainda líder dos centristas este sábado, durante o 28.º congresso nacional do partido, que irá decidir o seu sucessor.

Contudo, fazendo um balanço, nem tudo correu bem. “Cumpri o caminho traçado e a estratégia proposta, mas cumpre-me hoje reconhecer uma evidência: falhei o resultado”, disse. “Falhei porventura a análise das possibilidades que se abriam com as novas circunstâncias políticas e os resultados ficaram muito aquém das minhas e das vossas legítimas expectativas“, continuou.

Recorde-se que Assunção Cristas anunciou que não se ia recandidatar à liderança do CDS em outubro do ano passado, depois dos resultados alcançados pelo partido nas legislativas, em que perdeu 13 deputados ao reunir apenas 4,2% dos votos.

Ainda neste discurso de despedida, a centrista notou que ouviu “atentamente” muitas análises mas que, “naturalmente”, tem a sua própria opinião. Contudo, reconheceu que o congresso nacional “não é o momento para dissecar erros” e que “o tempo encarregar-se-á dessa análise detalhada”. “O CDS tem um passo que muito nos honra e acredito que irei construir um grande futuro. Não me desiludi porque nunca tive ilusões e sempre soube que em política nunca se pode esperar reconhecimento”, rematou.

(Notícia atualizada às 12h10 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

“Cumpri o caminho traçado, mas falhei o resultado”, diz Cristas, no discurso de despedida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião