Universidade do Porto foi quem enviou mais alunos em Erasmus. Espanha foi a principal escolha

Portugal enviou mais de 9.600 alunos para estudar no estrangeiro, no ano letivo de 2017/2018, e recebeu cerca de 15 mil, no âmbito do programa Erasmus+.

Se encontrasse um estudante português de Erasmus, em 2018, o mais provável era que viesse da Universidade do Porto e estivesse encaminhado para Espanha. No ano letivo de 2017/2018, Portugal enviou mais de 9.600 alunos para estudar no estrangeiro, e recebeu cerca de 15 mil.

Para além da instituição do Porto, a Universidade de Lisboa e a de Coimbra foram as que enviaram mais estudantes para fora, de acordo com os dados da Comissão Europeia. E se o país vizinho foi a primeira escolha de muitos, Itália e Polónia não ficaram atrás, surgindo várias vezes como destino de eleição.

Em Portugal, foram realizados 388 programas de mobilidade nas áreas de educação, ensino e formação profissional, educação escolar, aprendizagem de adultos e jovens, onde participaram 21.204 pessoas. O montante total das bolsas, financiadas por verbas comunitárias, para estes projetos foi de 41,38 milhões de euros.

No panorama geral, 2018 foi mais um ano recorde para o programa Erasmus+, que financiou mais de 23.500 projetos e apoiou a mobilidade de mais de 850 mil estudantes, aprendizes, professores e animadores de juventude em 2018. O orçamento foi de 2,8 mil milhões de euros, sendo que se registou um aumento do financiamento de 10% em relação a 2017.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Universidade do Porto foi quem enviou mais alunos em Erasmus. Espanha foi a principal escolha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião