Apple e Broadcom condenadas a pagar mil milhões de euros por violarem patentes de universidade

  • Lusa
  • 30 Janeiro 2020

Produtos da Apple, como o iPhone, continham componentes eletrónicos fabricados pela Broadcom que violavam patentes ligadas à transmissão por wi-fi registadas por uma universidade.

As empresas norte-americanas Apple e Broadcom foram condenadas a pagar 1,1 mil milhões de dólares (mil milhões de euros) por violarem quatro patentes ligadas à transmissão por wi-fi registadas por uma universidade.

O júri ordenou na quarta-feira em Los Angeles, estados Unidos, que a Apple pagasse 837 milhões de dólares (760 milhões de euros) e a fabricante de semicondutores Broadcom 270 milhões (245 milhões de euros) ao Instituto de Tecnologia da Califórnia, o famoso Caltech de Pasadena.

O instituto moveu o processo em 2016, alegando que produtos da Apple, como o iPhone, iPad ou computadores Mac continham componentes eletrónicos fabricados pela Broadcom, que acusara de ter violado as suas patentes.

“Estamos satisfeitos por o júri ter constatado que a Apple e a Broadcom violaram as patentes da Caltech”, disse a universidade num comunicado enviado à agência de notícias France-Presse, observando que se tratava de uma “organização sem fins lucrativos dedicada a ensino superior que teve de “defender os seus direitos de propriedade intelectual para cumprir sua missão”.

Tanto a Apple como a Broadcom indicaram que estão a considerar apelar da decisão.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apple e Broadcom condenadas a pagar mil milhões de euros por violarem patentes de universidade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião