Hoje nas notícias: Pensões, minas e Autoeuropa

  • ECO
  • 14 Fevereiro 2020

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Mais de uma década depois, a Autoeuropa voltou a ser a maior exportadora do país, destronando a Petrogal. Mais 283 mil pensionistas vão receber um aumento extra em abril, enquanto o Governo vai fazer alterações à lei das minas, permitindo que os municípios possam travar algumas atividades de prospeção. É notícia também a carta de 32 páginas que a CGD está a enviar aos clientes com contas low cost.

14 anos depois, Autoeuropa destrona Petrogal e volta a ser maior exportadora

Mais de uma década depois, a Autoeuropa voltou a ser a maior exportadora do país, destronando a Petrogal, que liderava o ranking há dez anos. A completar o pódio está ainda a Navigator. O top 10 das maiores exportadoras foi responsável por 22% das exportações nacionais. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago)

Mais 283 mil pensionistas com aumento extra

O aumento extraordinário das pensões vai chegar a perto de 1,9 milhões de pensionistas que têm pensões com um valor abaixo do mínimo de existência de 658,22 euros. Trata-se de um salto de 18%, abrangendo 283 mil novos pensionistas, de acordo com a Segurança Social. O aumento extra será pago em abril, com os pensionistas a receberem entre até seis ou dez euros de “bónus”. Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso pago)

CGD envia carta com 32 páginas a clientes “low cost”

A CGD enviou para os clientes com Serviços Mínimos Bancários, as chamadas contas “low cost” que são usadas sobretudo por pessoas com pouca literacia financeira e rendimentos baixos, uma carta com 32 páginas com informação sobre as “condições gerais de abertura de conta”. O documento está a deixar os clientes mais idosos preocupados, porque não compreendem a informação enviada. Segundo fonte do banco, a informação “decorre de uma obrigação regulatória imposta à CGD” e não há alterações nem à conta nem aos serviços associados. Leia a notícia completa no Correio da Manhã (acesso pago)

Municípios vão poder travar prospeção mineira. Mas lítio vai avançar

O Governo vai fazer alterações à lei das minas, permitindo que os municípios possam travar algumas atividades de prospeção, pesquisa e exploração mineira, quando os trabalhos acontecerem nas áreas do seu território. Contudo, o Executivo mantém a intenção de avançar com o lançamento do concurso para a instalação de um cluster de lítio. Leia a notícia completa no Público (acesso pago)

Australianos desistem de banco português

Foi em julho de 2017 que o australiano Pepper Group anunciou a compra do Banco Primus, uma instituição financeira especializada no crédito ao consumo, por 65 milhões de euros. Desde então que se encontrava à espera das devidas autorizações regulatórias para concluir a transação. Acabou agora por desistir do negócio após 30 meses à espera da aprovação do Banco Central Europeu. O banco pertence aos franceses do Crédit Foncier. Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago)

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Pensões, minas e Autoeuropa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião