Áustria e Croácia anunciam primeiros casos de infeções por coronavírus

  • Lusa
  • 25 Fevereiro 2020

A Áustria anunciou os dois primeiros casos de infeção pelo novo coronavírus no país, um deles um italiano, e a Croácia o primeiro caso, no país e na região dos Balcãs, um homem que esteve em Itália.

A emissora pública austríaca ORF noticiou, citando as autoridades da região do Tirol (oeste), que foram confirmados dois casos de infeção pelo Covid-19, um dos quais um cidadão italiano. A emissora não precisou se a pessoa em causa viajou recentemente de Itália para o Tirol ou se reside naquela região.

As duas pessoas apresentam febre ligeira e estão internadas, em isolamento, no hospital de Innsbruck.

A Croácia anunciou também esta terça-feira o seu primeiro caso, um homem que viajou recentemente para Turim, cidade do norte de Itália.

“Determinámos o primeiro paciente em que foi confirmada a presença do vírus”, disse o primeiro-ministro croata, Andrej Plenkovic, à imprensa.

O primeiro-ministro precisou tratar-se de “um homem jovem, com uma manifestação ligeira da doença”, que foi “colocado em isolamento” num hospital da capital, Zagreb, e está “em boas condições”.

O coronavírus Covid-19 surgiu em dezembro em Hubei, no centro da China, e já infetou cerca de 80.000 pessoas em dezenas de países. Na China continental foram registados 77.658 casos, 2.663 dos quais mortais. Em Hong Kong há 81 casos, dois mortais, e em Macau 10 casos.

O segundo país mais afetado é a Coreia do Sul, com 977 casos e 11 mortes, seguida do Japão, com 850 casos (quatro mortais), incluindo pelo menos 691 no cruzeiro Diamond Princess, onde no sábado foi confirmada a infeção de um cidadão português.

Itália surge em quarto lugar, registando 283 casos de infeção por Covid-19, sete deles mortais, e o Irão em quinto, com 95 casos e 15 mortes.

A lista prossegue com Singapura (89 casos), Estados Unidos (35), Tailândia (37) Taiwan (30 casos, uma morte), Austrália (23), Malásia (22), Alemanha e Vietname, (16 cada um), França (12, um mortal), Emirados Árabes Unidos e Reino Unido ambos com 13 e Canadá com 8.

Abaixo dos 10 casos registados surgem o Bahrain (8) e Kuwait (8), Iraque (5), Espanha, Filipinas e Índia com 3, Rússia, Israel e Omã com 2, com 2 e Bélgica, Croácia, Finlândia, Suécia, Afeganistão, Camboja, Egito, Líbano, Nepal e Sri Lanka com um caso cada.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Áustria e Croácia anunciam primeiros casos de infeções por coronavírus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião